Últimas

Bruna Surfistinha revela que Umbanda a ajuda a compreender rejeição dos pais

Raquel Pacheco no Pânico

Raquel Pacheco, a eterna Bruna Surfistinha participou do Pânico da Jovem Pan, nesta sexta, 19/02, e contou o motivo dela ter entrado para a Umbanda. A ex garota de programa acredita que a religião a ajudou a resolver a ‘missão’ que ela tinha com sua família.

“Pra mim sempre foi uma batalha reconquistar meus pais, me reencontrar com eles. Em 2011 tive um sonho com minha mãe e senti que ela queria me dizer algo e não conseguia, chorava, guardava coisas em caixas, e acordei angustiada. Contei para meu marido na época, amigas, e todos tentavam me tranquilizar dizendo que era apenas um sonho. Aí um dia eu encontrei uma amiga que frequentava a Casa de São Lázaro (terreiro onde trabalha hoje) e resolveu ir tomar um passe. E aí nunca mais saí! Quando entrei senti uma paz que nunca tinha sentido e senti que aquele era o meu lugar. Parecia que já fazia parte daquilo (…) ‘Você vai ter que procurar sua mãe’, me disse um exu mirim. Ele afirmou que algo tinha acontecido com minha família e por isso tinha que procurá-la. Quando eu liguei para minha mãe, recebi a notícia que meu pai tinha morrido um dia antes do meu sonho”, explicou Raquel Pacheco.

A ex garota de programa confessou que antes tinha preconceito com essa religião e que nunca teve fé em nada. “Posso dizer que encontrei o amor, que é algo que a gente não consegue descrever, só sentir. Eu preenchi um vazio muito grande, eu sempre senti falta de uma fé. E a Umbanda me acolheu. Vão fazer 5 anos que estou lá.”

Raquel contou que já incorpora entidades quando está no terreiro. “Faço o desenvolvimento da minha mediunidade, sou medium em desenvolvimento. Eu incorporo mas sou ainda iniciante. Incorporo todas as linhas que trabalham comigo. Meu principal trabalho é ser cambona, auxiliando outras entidades.”

O principal aprendizado que ela diz que teve após conhecer a umbanda, é “não julgar a dor das pessoas” e ela afirma que quando está lá ninguém a julga pelo seu passado, ela pode ser ela mesma e isso a faz se sentir muito confortável.

Contato com o pai no plano espiritual

No terreiro que frequenta, Raquel contou que teve informação de seu pai, depois de seu falecimento. “Perguntei duas vezes para saber se ele está bem. E recebi a resposta que ele está sendo amparado, que está na luz. Mas não procurei saber se ele me perdoou não.”

Raquel ainda não conseguiu reconquistar sua mãe

Raquel ainda mostra tristeza ao falar que sua mãe ainda a rejeita, mas, devido a Umbanda, ela disse que entende melhor a posição da mãe. “Ela disse que ia me procurar e até agora não me procurou novamente. No telefone ela me tratou bem mas foi bem seca. Tentei falar com ela mas ela não me atendeu. Então respeito o tempo dela. Hoje sei que não é fácil ter uma filha Bruna Surfistinha e eu também rejeitei eles, né? Eu como mãe perdoaria mas é muito fácil falar quando não está na prática (…) Acredito que por algum motivo eu tive que sair da vida deles (pais).”

A entrevista completa de Raquel Pacheco no Pânico pode ser acessada no portal da Jovem Pan FM


Fonte: Bastidores da TV

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *