Últimas

CEO da Google apoia Apple em caso de encriptação do FBI

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Tim Cook, então CEO da Apple, se recusou a abrir as portas do iOS para o FBI investigar um caso referente ao iPhone de um condenado e isso tem gerado uma série de discussões. Como o motivo é claramente coisa pra gente grande disputar, Sundar Pichai, CEO da Google, também entrou no meio e declarou seu apoio à Apple.

Deixando totalmente de lado a rivalidade entre as duas empresas, Pichai citou em seu Twitter algumas palavras de apoio, ainda que muito cuidadoso com o que disse. No total, foram cinco mensagens onde Pichai diz que obrigar as empresas a permitir que os dispositivos de seus clientes sejam hackeados poderia criar um precedente preocupante.

Post importante para @tim_cook. Forçando as empresas a permitir que hackes sejam feitos pode comprometer a privacidade dos usuários. Sabemos que a aplicação da lei e de Agências de Inteligência enfrentam desafios significativos para proteger o público contra o crime e o terrorismo. Nós construímos produtos seguros para manter suas informações seguras e que dão acesso a aplicações da leis com base em ordens legais válidas. Mas isso é totalmente diferente do que obrigar as empresas a permitir que estes hacks sejam feitos nos dispositivos e dados dos clientes. Poderia se tornar um precedente preocupante. Estou ansioso para uma discussão ponderada e aberta sobre esta importante discussão.

Além de Pichai, outro nome que também está do lado de Tim Cook é Jan Koum, CEO do WhatsApp, que também concorda com o CEO da Google. “Não podemos permitir que este precedente perigoso seja definido. Hoje a nossa liberdade está em jogo“, disse ele em uma publicação no Facebook.

Até mesmo Edward Snowden, que já vazou informações importantes da NSA, declarou seu apoio à Apple:

O caso certamente será discutido com mais profundidade nas próximas semanas, embora ainda não saibamos como será o desfecho.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *