Últimas

Choque de trens deixa 9 mortos no sul da Alemanha

Socorristas observam os destroços dos trens que se chocaram. Foto: AFP Lukas BARTH
Socorristas observam os destroços dos trens que se chocaram. Foto: AFP Lukas BARTH

Ao menos nove pessoas morreram e uma centena ficaram feridas, nesta terça-feira, em um choque entre dois trens regionais no sul da Alemanha, um dos acidentes ferroviários mais graves dos últimos anos no país.

As primeiras declarações da polícia informavam sobre um balanço de oito mortos, que posteriormente aumentou para nove.

Até o momento são desconhecidas as causas do acidente e o estado dos condutores, informou a companhia Meridian, filial da companhia francesa Transdev, por sua vez, filial do grupo Veolia.

A polícia, os bombeiros e as ambulâncias estavam no local, informou um jornalista da AFP. O acidente ocorreu próximo da localidade de Bad Aibling, no estado da Baviera, a cerca de 60 quilômetros ao sudeste de Munique, no sul da Alemanha.

A Meridian informou que o acidente ocorreu às 07H00 (04H00 Brasília) na linha que liga Rosenheim e Holzkirchen. Segundo a companhia ferroviária, os dois trens ficaram “encaixados” um com o outro e “descarrilharam parcialmente”.

O choque foi “frontal” e ocorreu em uma linha de uma só via, disse Rainer Scharf, um chefe da polícia da Baviera à rede N-tv.

Por sua parte, a companhia pública alemã Deutsche Bahn, proprietária e responsável pela manutenção de toda a rede ferroviária do país, informou que na via da região do acidente os trens podem circular a um máximo de 120 quilômetros por hora.

Segundo Diethard Kühne, um jornalista da radiotelevisão da Baviera, “os dois trens se chocaram em um pequeno bosque”. “No local são visos destroços. Os serviços de socorro estão escalando (os vagões) e estão retirando as pessoas”, explicou, informando que os trens se encaixaram um com o outro em 15 metros, mas não estavam “completamente destruídos”.

A Meridian disse que o tráfego na linha entre Rosenheim e Holzkirchen continua interrompido assim como duas estradas da região.

“O acidente é uma grande comoção para nós. Faremos tudo o que for possível para ajudar os viajantes, os familiares e os trabalhadores”, disse Bernd Rosenbusch, chefe da companhia ferroviária BOB, que gerencia a circulação de trens nesta via.

Nos últimos anos houve vários acidentes na Alemanha, mas não tão graves como o de Bad Aibling. Em abril de 2012, três pessoas morreram e 13 ficaram feridas em Offenbach (Hesse, centro).

Em 1998, um InterCity Express, um trem de alta velocidade que ia de Munique (sul) a Hamburgo (norte) descarrilhou e matou 101 pessoas em Eschede (norte). Tratou-se do acidente mais grave na Alemanha desde 1945, quando morreram 102 pessoas perto de Munique.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *