Com cachê de R$ 20 mil, Bin Laden tem agenda lotada e turnê internacional

Sensação do momento com o hit “Tá Tranquilo, Tá Favorável“, Jefferson Cristian dos Santos de Lima, mais conhecido como MC Bin Laden, tem feito em média sete shows por semana e cobrado cachê de até R$ 20 mil por apresentação. A agenda do cantor está lotada até o mês de julho.

“Eu ainda não acordei, parece que é um sonho”, resumiu Bin Laden em entrevista ao “Hoje em Dia”, da TV Record. “Eu sou muito a cara do povo, né?”, avaliou o cantor, ao ser questionado sobre o motivo de tanto sucesso.

De acordo com o empresário dele, Emerson Martins, o funkeiro paulista está com a agenda de shows lotada até o mês de julho e tem uma turnê internacional marcada. “Nos dias 1º, 2 e 3 de julho, iremos viajar para Lisboa [em Portugal]. Será a primeira vez que vamos viajar para fora do país para fazer uma turnê”, disse Martins. “Contratante, ligue porque agenda só para julho”, comemorou.

Na TV, Bin Laden explicou que o nome artístico foi sugerido pela própria produtora, que queria “um trabalho ousado”, mas negou ter admiração pelo ex-terrorista, morto em 2011, e acusado de ser um dos responsáveis por ataques às torres gêmeas, nos Estados Unidos, em 2001. “Se existe [sic] um Bin Laden ruim, do outro lado do mundo, existe um Bin Laden que também faz as pessoas sorrirem”, avaliou.

O vídeo de “Tá Tranquilo, Tá Favorável”, até agora com 20 milhões de visualizações no YouTube, se transformou em uma enxurrada de memes, que tomaram as redes sociais. A frase virou capa de caderno na volta às aulas, e o funkeiro apareceu até no site da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), após ter sido invadida. “Tá Tranquilo, Tá Vulnerável”, dizia a mensagem dos hackers.

Pefil

Jefferson Cristian dos Santos de Lima nasceu e se criou na Vila Progresso, em São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo. Ele contou que gostaria de ter entrado na cena do funk mais cedo, mas o pai o obrigou a achar um emprego formal.

Em 2012, quando chegou na KL Produtora –uma “fábrica” de funkeiros no Jardim Botucatu, zona sul da capital, e casa de MC 2K, MC Brinquedo e MC Pikachu–, Bin Laden finalmente surgiu. Ele quis fugir da ostentação, que na época era a sensação do funk. “Eu moro na favela, como vou ostentar na balada?”, observa. As correntes que usa no pescoço só emulam o brilho do ouro. “Só coloquei para as fotos”, avisa.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *