Últimas

Com estreia de "Escrava Mãe" em abril, "Cidade Alerta" terá 1 hora a menos

Na Record, já existe a certeza que “Escrava Mãe” irá estrear em abril, abrindo a nova faixa de novelas das 19h30. É uma decisão que os seus diretores já anunciam.

Marcelo Rezende é o único que até agora não foi oficialmente informado de nada. O “Cidade Alerta” perderá uma hora de exibição diária.

História da mãe da Escrava Isaura

“Escrava Mãe” vai contar a história de Juliana, mãe da escrava Isaura – que deu origem ao nome da novela homônima da obra de Bernardo Guimarães estrelada por Lucélia Santos, em 1976, e vendida para vários países. A Record fez o remake da novela em 2004.

Juliana é filha de Luena (interpretada pela ex-Globeleza Nayara Justino), e fruto de um estupro. Durante viagem no navio negreiro que trouxe africanos da região de Angola para o Brasil, Luena foi estuprada pelo traficante de escravos Osório (Jayme Periard). Ao chegar ao país, ela consegue escapar, morre, e Juliana acaba virando escrava da família de Custódio (Antonio Petrin). A menina foi criada com as filhas do coronel e virou mucama de Teresa (Roberta Gualda) e perseguida de Maria Isabel (Thais Fersoza), que por ter ciúme e inveja dela, sempre a odiou.

Juliana se apaixona por Miguel (vivido pelo ator português Pedro Carvalho), o mocinho da história. Ele chega à Vila de São Salvador (cidade fictícia) em busca de novas oportunidades e desperta a atenção das mulheres da cidade, como Maria Isabel. Eles se casam por interesses, mas ele se apaixona por Juliana. E Maria Isabel desenvolve uma obsessão pelo marido e pela escrava.

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *