Últimas

Com paralisação, serviços na sede do Detran ficam suspensos até dia 25

Sindicato é contra a terceirização de serviços e pede autonomia do órgão; greve definitiva pode ser decretada nesta sexta

 

A partir desta terça (23), as atividades do Detran/AL serão paralisadas em protesto até o dia 25. De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores do Detran de Alagoas (Sinsdal), Luciano Matheus, dentre as reivindicações, estão a autonomia do órgão, a correção do plano de cargos e carreiras e a não terceirização de serviços do Detran.

Em entrevista à Rádio Gazeta, representantes do sindicato esclareceram que todos os serviços estarão paralisados e aconselharam os usuários a não procurarem o órgão nestes dias. “Esse ato é só de advertência. Não estamos aqui pedindo aumento de salário. Queremos a estruturação do órgão que dos 12 Ciretrans [Circunscrição Regional do Trânsito], só quatro são em prédios próprios”, revela o vice-presidente do Sinsdal, Roberto Martins.

Segundo o diretor do Detran/AL, Antônio Carlos Gouveia, da reivindicação do sindicato sobre o aumento salarial de 26%, só será possível dar 9%. “Pedimos a compreensão dos trabalhadores que se paralisarem vão prejudicar muito a população. O Governo Estadual está estudando formas para dar aumento a todos os setores [Educação, Saúde, Segurança], e o Detran não está de fora do planejamento” ressaltou Gouveia.

A categoria estará em reunião, nesta sexta-feira (26), numa assembleia com os servidores para avaliação do movimento e estarão à espera de uma proposta do governo estadual. Caso haja uma resposta positiva, os trabalhadores retornam às atividades normais. Se não houver proposta ou ela não for satisfatória para os trabalhadores, o sindicato indicará greve sem previsão de término a partir de segunda-feira (29).

Por Thyeres Medeiros |

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *