Últimas

Combatentes do Boko Haram, da Nigéria, foram treinados na Somália, diz presidente

MUNIQUE (Reuters) – Combatentes do grupo de militantes islâmicos nigeriano Boko Haram foram treinados na Somália, na costa leste da África, antes de retornarem à África Ocidental, disse o presidente da Somália em conferência sobre segurança na Alemanha neste domingo.

A Somália, que tem sofrido com brigas políticas internas, corrupção e ataques do grupo insurgente al Shabaab, obteve recentemente progresso limitado na tarefa de criar um sistema político funcional, afirmou o presidente Hassan Sheikh Mohamud.

“Sem uma Somália estável, toda a região do Chifre da África se manterá instável e, em larga escala, todo o continente africano. Existem provas e evidências de que por algum tempo o Boko Haram foi treinado na Somália e depois eles voltaram para a Nigéria”, disse.

“Os terroristas estão tão ligados entre si, eles são tão próximos e organizados, (que) nós, o mundo, também precisamos ser organizados assim”, ele disse, em discurso feito em inglês.

Não ficou claro nas declarações do presidente se ele acredita que o al Shabaab ainda estava treinando os combatentes do Boko Haram, que prometeram lealdade aos militantes do Estado Islâmico na Síria e no Iraque.

O al Shabaab, da Somália, que tem ligações com a al Qaeda e quer derrubar o governo somali para impor uma versão mais dura da lei islâmica, assumiu responsabilidade por uma explosão nesse mês que causou estrago na fuselagem de um avião.

(Por Shadia Nasralla)

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *