Últimas

Coreia do Norte reiniciou reator de plutônio

O diretor da inteligência americana, James Clapper, em Washington, DC, no dia 9 de fevereiro de 2016. Foto: Saul LOEB/AFP
O diretor da inteligência americana, James Clapper, em Washington, DC, no dia 9 de fevereiro de 2016. Foto: Saul LOEB/AFP

A Coreia do Norte reiniciou um reator de plutônio que poderá alimentar armas nucleares, afirmou o diretor da inteligência americana, James Clapper.

“Consideramos que a Coreia do Norte está operando o reator por um tempo suficiente para poder recuperar plutônio  (…) em coisa de semanas ou meses”, assinalou ao apresentar um relatório ante o Congresso americano.

No mesmo relatório, ele afirma que a ameaça global do grupo Estado Islâmico (EI) está aumentando, apesar dos esforços militares contra os extremistas, e a violência extremista interna é o maior perigo para os Estados Unidos.

“O EI tem uma crescente capacidade de dirigir e inspirar ataques contra um amplo espectro de objetivos no mundo”, declarou Clapper.

Segundo ele, os islamitas erradicados em território dos Estados Unidos representam “a ameaça sunita mais  significativa” para o país.

Por outro lado, Clapper afirmou ainda que a Coreia do Norte reiniciou um reator de plutônio que poderá alimentar armas nucleares.

“Consideramos que a Coreia do Norte está operando o reator por um tempo suficiente para poder recuperar plutônio  (…) em coisa de semanas ou meses”, assinalou.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *