Últimas

Corte dos EUA julga ação movida por investidores contra a Venezuela

Um julgamento federal sobre a ação de US$ 100 milhões movida por investidores contra a Venezuela inclui alegações de fraude, alertas sobre uma conspiração criminosa internacional, e referências a diamantes, bônus podres, e um incêndio misterioso na Suíça.

Em causa estão velhas notas promissórias, de três décadas emitidas, por um banco venezuelano patrocinado pelo governo que agora está extinto.

A Skye Ventures, em Columbus, onde ocorreu a compra das notas, disse que a Venezuela confirmou os débitos são obrigação do governo e devem ser pagos.

Advogados que representam a Venezuela afirmaram que as notas são falsas com assinaturas forjadas e nunca foram garantidas pelo governo.

Uma investigação que deve durar de quatro a seis semanas está em curso perante o juiz Judge Edmund Sargus após a ação movida pela Skye Ventures sobreviver a vários desafios legais.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *