Últimas

Dedé volta a ser importante para o Cruzeiro, mas zagueiro ainda quer mais

Depois de criar muitas chances e fazer apenas um gol, o Cruzeiro teve o resultado diante do Tricordiano ameaçado. A equipe do Sul de Minas se lançou ao ataque nos últimos 20 minutos e criou pelo menos quatro boas oportunidades. Na melhor delas, o gol só não saiu por causa do zagueiro Dedé, que salvou quase em cima da linha, já com o goleiro Fábio batido.

Aos 46 minutos do segundo tempo o atacante Marcinho invadiu a área celeste e chutou para boa defesa de Fábio. O rebote ficou com Leandro Love, que tocou por cima do arqueiro cruzeirense, O camisa 9 do Tricordiano só não contava com o bom posicionamento do zagueiro Dedé, que cortou de cabeça.

Lance bastante comemorado pelos torcedores e por todos os jogadores do Cruzeiro. “Eu estou aqui para ajudar meus companheiros. Acho que tivemos uma boa evolução, temos que continuar acreditando no trabalho do Deivid como estamos fazendo, que as coisas vão caminhar”, comentou o zagueiro, que ficou sem jogador durante toda a temporada 2015.

Mais do que o lance que evitou o gol de empate do Tricordiano, Dedé teve uma boa exibição. O zagueiro fez questão de dividir os méritos com todos os membros do departamento médico celeste.

“Sempre fala do departamento médico do Cruzeiro, pois foram mais do que médicos. Eles foram também psicólogos, amigos e família. Os fisioterapeutas do Cruzeiro também trabalharam minha cabeça nesse período que foi bem difícil. Me deram confiança e agora temos de comemorar juntos. Mas ainda falta muita coisa, quero melhor, crescer ainda, pois meus objetivos são grandes”, disse o zagueiro, que ressaltou o retorno da parceira com Bruno Rodrigo.

“Tive a oportunidade de voltar a jogar junto com o Bruno, estou muito feliz. Fazia tempo que a gente não jogava junto (desde abril de 2014), era somente nos treinos. O importante é que vencemos, uma partida difícil, com um campo pesando. Nos empenhamos e fizemos de tudo para sair com a vitória. Felizmente conseguimos”.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *