Últimas

Deixando o Android em espera, Meizu promove Ubuntu para a MWC 2016

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Meizu parece ter deixado o Android em espera para seu próximo grande evento especial. A companhia, que está sediada em território chinês, divulgou, ainda nesta segunda-feira de fevereiro, 15, um novo teaser para a MWC (Mobile World Congress) 2016, onde marcará presença com suas novidades relacionadas ao mercado de telefonia móvel deste ano. Na imagem, a empresa asiática promove um sistema operacional que está chegando aos poucos aos celulares, o Ubuntu, a derivação que talvez seja a mais famosa do Linux. Em um setor saturado pelo Android, iOS e, pois bem, até o Windows Phone / 10 Mobile, será interessante acompanhar como a marca oriental fará com que seus consumidores sejam atraídos pela nova plataforma. Na mesma publicação, encontra-se a data específica da cerimônia: 22 de fevereiro, um dia depois da apresentação oficial do Samsung Galaxy S7 e LG G5, por exemplo.

A possível característica mais forte do Ubuntu seja sua concisão ligada às versões existentes do ambiente virtual, seja ele específico para desktops, tablets ou, como deve ser o caso, smartphones. Usando a universalidade a seu favor, como também pode ser identificado no Windows 10 Mobile, exemplificando, o software quer mesclar as lojas de apps das três categorias de dispositivos móveis citadas neste parágrafo, além de facilitar a comunicação entre os mesmos, a fim de criar um ecossistema flexível feito por todos os aparelhos que rodam tal sistema operacional. Até mesmo o kit de desenvolvimento disponibilizado pela Canonical, responsável pela plataforma, é inteiramente voltado à criação de ferramentas que rodam nativamente em qualquer tamanho de tela, processador e demais aspectos gerais.

Mas qual celular servirá como molde para a Meizu testar o Ubuntu? Provavelmente o Pro 5, como noticiado da última vez que o assunto entrou em pauta. O aparelho celular é, atualmente, o mais poderoso já feito pela companhia chinesa, apresentando fortes especificações técnicas e um design que aproveita os padrões já existentes no mercado de telefonia móvel de 2015 e 2015, como a vasta presença do metal na construção de sua estrutura, além de um leitor de impressões em forma de botão home, localizado na parte frontal da carcaça. Este smartphone chegou às prateleiras de varejistas rodando o Android, porém seria usado como o pontapé inicial para uma variação com um software totalmente de cara nova. Será preciso, entretanto, aguardar até o dia 22 de fevereiro antes de tomar conclusões acerca deste tópico.

Meizu Pro 5

Caso o Pro 5 seja realmente o eletrônico a contar com o Ubuntu, promovido pelo teaser da Meizu, relembre que ele conta com uma tela AMOLED de 5,7 polegadas, usando a resolução Full HD (1920 x 1080 pixels) para a exibição de conteúdo, 3 GB ou 4 GB de RAM, chipset Samsung Exynos 7420, cuja arquitetura é 64-bit, processador com oito núcleos (quatro Cortex-A57 / quatro Cortex-A53), Mali-T760 como placa gráfica, 32 GB ou 64 GB de memória para o armazenamento interno, expansível via cartão microSD de até 128 GB, câmera principal de 21 megapixels, câmera frontal de 5 megapixels e a bateria de 3.050 mAh, um conjunto notável de aspectos gerais, permitindo, em teoria, que a plataforma seja executada sem quaisquer complicações. Com o Android, ele já pode ser encontrado no Brasil, embora o preço seja bem salgado.

O Meizu Pro 5 ainda não está disponível nas lojas brasileiras. Para ser notificado quando ele chegar clique aqui.

<!–

Se curtiu, compartilhe!

setTimeout(“loadSocialButtons()”, 300);
–>
Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *