Últimas

Desistindo? Microsoft demite mais funcionários ligados à linha Lumia

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Microsoft anunciou, ainda nesta quinta-feira, 11 de janeiro, a demissão de mais funcionários ao redor de suas instalações mundiais. Os múltiplos países afetados pela redução dos cargos oferecidos estavam ligados diretamente ao setor de tecnologia móvel da empresa sediada em Redmond, Estados Unidos da América, portanto a linha Lumia é a que mais sofre com a diminuição dos empregos. Algumas das vagas que ficam após a nova medida da companhia liderada por Satya Nadella estão localizadas justamente na parte de marketing Lumia, que era inexistente antes da compra da Nokia pelas mãos da marca estadunidense, especificadamente chamada de dispositivos Nokia e Serviços. Não é a primeira vez que há uma reestruturação profissional no segmento mobile da dona da plataforma Windows, e provavelmente não será a última.

“A redução dos empregos foi espalhada em mais de uma área comercial e campo, e reflete as adaptações que são necessárias em nossos negócios. Nós estamos passando por este processo na maneira mais cuidadosa possível, com o mais profundo respeito pelos indivíduos afetados”, disse um porta-voz da Microsoft, ainda de acordo com a reportagem. Além disso, não há informações sobre a quantidade exata de pessoas mandadas embora que está sendo colocada em prática pela gigante de Redmond, apenas citando ‘dezenas’ de trabalhos cortados. Para isto acontecer, acredita-se que a mesma tenha que desembolsar a quantia de US$ 7,6 bilhões, arcando com os direitos trabalhistas envolvidos na demissão dos antigos integrantes de sua equipe, já que a maioria, pelo menos, não está indo embora por justa causa.

Microsoft em si não está passando por dificuldades financeiras, vide seu lucro no último trimestre de US$ 5 bilhões, mas seu setor de tecnologia portátil está, sim, gerando apenas prejuízos para o forte nome no ramo de sistemas operacionais. Apenas 4,5 milhões de unidades de dispositivos móveis da linha Lumia foram comercializadas nestes três meses mais recentes, uma queda considerável em relação ao penúltimo período fiscal avaliado pela companhia dos Estados Unidos, justamente a família que está recebendo tal diminuição de funcionários. Quem está em cargo de estabilizar a situação da MS, em contrapartida, parece ser o conjunto formado pelo Xbox Live e Surface, sendo este segundo ainda uma grande incógnita nos números da marca estadunidense.

O plano de contenção

Está claro que alguma coisa precisa mudar, pois prejuízos seguidos geralmente não são aceitos por um período muito longo de tempo, então existe um plano para acabar de vez com a baixa nas vendas de exemplares da série Lumia. E pode ser muito bem o fim dela, ou pelo menos uma reformulação aprofundada. Acredita-se que a Microsoft esteja planejando o lançamento de uma novíssima ramificação de seus smartphones, trazendo o nome Surface Phone para caminhar lado a lado com o segmento de híbridos que rodam o Windows como ambiente virtual padrão. A novidade chegaria às prateleiras de varejistas com foco em ambientes profissionais, equilibrando sua lista de especificações técnicas e design externo para que isso aconteça de modo exemplar. Aguardaremos por mais detalhes acerca do que a empresa norte-americana nos reserva para este ano de 2016, sempre esperando pelo seu melhor, levando em conta que a competição no mercado de telefonia móvel torna-se ainda mais acirrada com a presença da MS, sendo totalmente negativo para os consumidores caso a mesma decida não participar mais do setor.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *