Últimas

Dez curiosidades sobre o beijo

Gesto faz parte do dia a dia de grande parte das pessoas, em algumas culturas mais do que em outras. Saiba que benefícios beijar traz à saúde, quantas bactérias são trocadas durante um beijo e outros fatos interessantes.

1. O recorde mundial absoluto de beijo foi alcançado por um casal da Tailândia: seus lábios permaneceram em contato durante 58 horas, 35 minutos e 58 segundos – enquanto comiam, bebiam e usavam o banheiro.

2. Um beijo comum faz o corpo queimar 6,4 calorias por minuto. Sendo assim, cada um dos membros do casal recordista queimou cerca de 22.500 calorias.

3. Mas nem sempre beijos são bem vistos. Em alguns lugares há até mesmo leis para impedir o gesto. Nos estados americanos de Michigan e Connecticut, por exemplo, é proibido beijar mulheres aos domingos, o Dia do Senhor. Em Maryland, também nos EUA, é proibido beijar por mais de um segundo em lugares públicos. No pior dos casos, descumprir a lei pode resultar em prisão.

4. A Alemanha ocupa a segunda posição na lista dos lugares onde menos se beija, atrás apenas da Suécia. Cada alemão dá, em média, quatro beijos por dia. Já os franceses e italianos adoram beijar, com uma média de sete por dia.

5. A filematologia é a ciência que estuda o beijo. Pesquisadores já descobriram, por exemplo, que dois terços das pessoas inclinam a cabeça para a direita ao beijar.

6. Beijar fortalece o sistema imunológico e retarda o envelhecimento. Além disso, somente o fato de pensar num beijo já aumenta a salivação e ajuda a combater o tártaro.

7. Em 90% dos países as pessoas se beijam. Como e por que varia de cultura para cultura. Os franceses, por exemplo, gostam de dar três beijos na bochecha ao cumprimentar alguém. No Brasil, dependendo da região, se dá um ou dois beijinhos, ou, como diz a sabedoria popular, “três para casar”. Já no Japão, as pessoas só se beijam quando ambos querem sexo.

8. Beijar não é um gesto afetuoso com o qual as pessoas se acostumaram ao logo do tempo, mas fruto do instinto. O mesmo vale para orangotangos e outros primatas. Gansos também demonstram afeto ao encostarem os bicos, e elefantes, ao colocarem a tromba uns na boca dos outros.

9. Quando beijamos, mais de 100 bilhões de células nervosas são estimuladas. Hormônios da felicidade e adrenalina percorrem nosso corpo e fazem nosso coração bater mais rápido. A pressão sanguínea e a temperatura corporal sobem.

10. Durante um beijo, trocamos com nosso parceiro 60 miligramas de água, 0,5 miligramas de proteína, 0,15 miligramas de secreção, 0,4 miligramas de sal e até 22 mil bactérias.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *