Últimas

Estatura baixa e sem zagueiros: problemas de Guardiola contra Juve

A crise no setor defensivo do Bayern de Munique pode ter consequências graves na partida diante da Juventus, na terça-feira, dia 23, pela ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, em Turim. Guardiola pode ser obrigado a escalar o time com quatro jogadores de baixa estatura e nenhum deles deve ser zagueiro de origem, devido aos problemas de lesão que afetam o time alemão.

A bruxa, de fato, está solta no Allianz Arena. Badstuber, o único que estava ‘ileso’, fraturou o tornozelo na última semana e ficará três meses fora. Ele se juntou a Boateng, com grave lesão muscular na coxa e que deve ser ausência por, pelo menos, mais 60 dias, e Javi Martínez, volante que vem sendo utilizado como zagueiro, que também está fora do primeiro jogo por problema no joelho. Somam-se a eles as dúvidas sobre os retornos de Benatia e Tasci, que estão em fase final de recuperação.

Tasci foi contratado no fim da janela de transferências para ser um alento aos problemas de lesão nos zagueiros do Bayern, mas sofreu uma concussão antes da apresentação. Ele deve ser o retorno mais rápido de todos os homens do setor, uma vez que já esteve no banco de reservas na vitória sobre o Augsburg por 3 a 1, no domingo.

Se Guardiola não tiver mais nenhum problema de lesão até o jogo contra a Juventus e Tasci e Benatia não estiverem prontos, ele deve repetir a escalação defensiva do jogo pelo Alemão: nas alas, Lahm (1,72m) e Bernat (1,70m); no miolo de zaga, o volante Kimmich (1,74m) e o lateral-esquerdo Alaba (1,80m). Nenhum deles alto o suficiente para parar Álvaro Morata (1,90m) e Dybala (1,77m). Mandzukic (1,87m), que se recupera de lesão, e Zaza (1,87m) são outros que podem complicar o Bayern.

– Todo o time no mundo é mais forte no jogo aéreo do que nós. Não é uma situação ideal – disse Guardiola.

E o problema é de consentimento de todos no Bayern de Munique. O diretor esportivo, Mathias Sammer, chegou a brincar com a situação.

– Teremos que pará-los pulando mais alto do que eles. Eles terão de se fazer presentes nos cruzamentos, mas Lahm, Kimmich e Bernat são incrivelmente experientes – disse o cartola.

Guardiola tem a sua última chance de conquistar a Liga dos Campeões pelo Bayern de Munique, uma vez que se despede do clube no fim da temporada rumo ao Manchester City. Nas duas últimas edições do torneio, foi eliminado nas semifinais por Real Madrid e Barcelona, que acabaram campeões.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *