Últimas

Falta de zagueiros deve manter Lucão como titular no São Paulo

O erro de Lucão ao recuar a bola para o goleiro Denis resultou no primeiro gol que o São Paulo levou contra o Corinthians, na derrota por 2 a 0 neste domingo pelo Campeonato Paulista. Mas não será isso que vai tirar o zagueiro de 19 anos do time titular às vésperas da estreia na Libertadores. 

Após o clássico, o técnico Edgardo Bauza não se limitou a dizer que Lucão não merece ser crucificado pelo lance. O comandante são-paulino também deixou claro que o ocorrido não vai apressar a estreia de Lugano e que não vê problemas se tiver de escalar o jovem ao lado de Rodrigo Caio mais uma vez na quarta-feira, contra o Strongest, da Bolívia.

“O Lugano vai jogar quando estiver pronto e só se estiver melhor. Se o Lucão estiver melhor, é ele que vai jogar. Essa partida contra o Corinthians vai servir para o Lucão crescer como jogador, pois ele tem condições para isso”, disse Bauza.

A falha do domingo não foi a primeira de Lucão. Na reta final do Brasileiro de 2015, ele já tinha deixado a desejar na goleada por 6 a 1 que o São Paulo sofreu diante do Corinthians. Na partida seguinte, apesar da vitória sobre o Figueirense, ouviu muitos xingamentos da torcida no Morumbi após um passe errado que quase resultou em gol do adversário e deixou o estádio chorando. 

Enquanto Lugano ainda não está pronto para jogar e Breno, que começou a temporada como titular, ainda se recupera de lesão no joelho esquerdo, o São Paulo conta com apenas três opções para a zaga: Lucão, Rodrigo Caio e Lyanco. A lista de nomes para a posição ficou maior depois que o clube fechou a contratação de Maicon, que estava no Porto, logo após a derrota para o Corinthians. 

Mas Bauza demonstrou continuar apostando bastante na recuperação de Lucão. “Ele teve o azar de o erro dele resultar em gol do rival. Mas é um jovem com muito futuro na minha opinião, e esse tipo de coisa vai ajudá-lo a crescer. Estou seguro disso”, declarou o técnico.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *