Filme russo é primeiro a usar câmera de "Call of Duty" o tempo todo

A ideia de se fazer um filme tendo como base a franquia “Call of Duty” não é algo totalmente inédito. Ainda que o game tenha algumas passagens memoráveis – em especial a história dos dois primeiros “Modern Warfare” -, a ideia nunca foi além de especulações, mesmo com a Activision tendo registrado a marca como um filme em 2009.

Se, ao menos por ora, um longa que utilize o nome da mais popular franquia de jogos de tiro é um mero exercício de imaginação, ao menos o diretor russo Ilya Naishuller planeja utilizar elementos do game em seu longa chamado “Hardcore Henry”, previsto para ser lançado nos cinemas no próximo mês de abril. E, por “elementos”, não considere a temática militar, mas algo que diz respeito à mecânica do game: sim, o filme todo se passará com visão em primeira pessoa.

Não é a primeira experiência de Naishuller com esse tipo de ângulo: em 2013, ele produziu um clipe para a banda russa Biting Elbows utilizando a técnica, o que resultou em um vídeo recheado de ação com quase cinco milhões de visualizações até o momento. Para “Hardcore Henry”, o diretor levantou 250 mil dólares por meio de uma plataforma de financiamento coletivo, a pedido de uma produtora.

Como é possível ver pelo trailer de “Hardcore Henry” – que, inclusive, é tido como o primeiro filme da ação da história a utilizar essa perspectiva de câmera -, ação é o que não falta. A história é um tanto clichê e parece ter sido retirada de um game: o protagonista, chamado Henry, acorda em uma cama com o corpo repleto de implantes cibernéticos. À frente, está sua esposa, responsável por trazer você de volta à vida por meio da tecnologia. Pouco tempo depois, começa um tiroteio, a mulher é raptada e cabe ao protagonista ir atrás de quem a capturou.

Ainda que a ideia seja boa para um clipe de poucos minutos, como “Bad Motherfucker” da já citada banda russa, resta saber como os espectadores irão se sentir ao assistir o filme por períodos mais prolongados. Vale lembrar que “Doom: A Porta do Inferno”, filme de 2005 que tinha entre seus atores o grandalhão Dwayne “The Rock” Johnson, possuía algumas passagens em primeira pessoa que garantiram que alguns espectadores saíssem enjoados do cinema.  

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *