Flamenguistas destroem banheiro de São Januário e 10 torcedores são detidos

Horas antes do clássico entre Vasco e Flamengo, neste domingo (14), em São Januário, torcedores rubro-negros destruíram completamente o banheiro do estádio destinado aos torcedores visitantes. Portas e vasos foram arrancados e o local foi interditado pela Polícia Militar. Dez torcedores foram detidos por causa do incidente. 

Os flamenguistas chegaram na “Colina Histórica” por volta das 14h30 escoltados por policiais do Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios). Eles se reuniram na Praça 11, no Centro do Rio, e foram acompanhados pelas autoridades sem registros de confusão no caminho.

“Não houve qualquer tipo de confusão no caminho dos torcedores rubro-negros. Eles vieram em segurança”, garantiu o major Hilmar Faulhabers.

Na chegada a São Januário, eles ficaram isolados na rua que dá acesso ao setor dos visitantes e houve muita reclamação. Nenhum bar da região abriu suas portas e não haviam ambulantes.

“Isso é uma palhaçada! Não tem água, não tem cerveja, não tem p… nenhuma! Foi assim em 2005, em 92… Isso é culpa do Eurico!”, vociferou o torcedor Daniel Lima.

Dentro do estádio, um único bar atende os quase 2 mil flamenguistas e alguns saques já aconteceram em função dos funcionários não estarem dando conta da demanda. Revoltados, alguns torcedores protestaram: “Uh! É chiqueirão!”.

Do outro lado do tapume, vascaínos provocam com cânticos de guerra, mas tudo sob controle da polícia militar.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *