Últimas

Grêmio cede antiga promessa que estava 'encostada' a clube do RJ

Rondinelly chegou ao Grêmio em 2012 considerado grande promessa do futebol. Assinou, de cara, um contrato de cinco anos. Mas nunca se tornou tudo que esperava o time gaúcho. Nesta quarta-feira (17) ele foi apresentado pelo Macaé, do Rio de Janeiro, em seu quinto empréstimo seguido. 

Com 25 anos, Rondinelly chegou do Vila Nova-GO e jogou apenas 18 jogos com a camisa do Grêmio até o início de 2013. Em seguida foi cedido ao Palmeiras com mais três jogadores na negociação que levou Barcos ao Tricolor. Voltou e foi repassado a Portuguesa em 2014, em seguida, ainda no mesmo ano, ao Luverdense.  E no ano passado esteve cedido ao Grêmio Osasco. 

De volta de um novo empréstimo, o jogador terminou 2015 treinando no time B do Grêmio. As participações aguardavam uma nova oportunidade na equipe, algo que não aconteceu. Rondinelly tem vínculo até 2017 e foi emprestado para a disputa do Campeonato Carioca. 

De todos os períodos emprestado, o de maior sucesso foi ao Osasco. Lá o armador disputou 12 jogos e marcou três gols pela Série A1 do Campeonato Paulista. 

No início de sua trajetória no Grêmio, teve oportunidades do técnico Vanderlei Luxemburgo mas acabou marcado por falhar no lance que culminou com um dos gols do Palmeiras, no Olímpico, que simbolizaram a eliminação do time gaúcho na Copa do Brasild e 2012. Pela torcida foi ‘batizado’ em tom de brincadeira de ‘Rondiquelme’, em associação a Juan Román Riquelme. 

O Grêmio não tem qualquer perspectiva de utilizar Rondinelly. Pretende sua venda ou seguir rotina de empréstimos até o fim do contrato. 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *