Idoso de 65 nos de idade é espancado e baleado ao reagir a assalto em Inhapi

Vítima tentou fugir de bandidos que realizavam arrastão em trecho da BR-423, próximo ao povoado Leobino

 

Um idoso foi espancado e baleado, depois de reagir a um assalto, na tarde deste domingo (21), por volta das 16h30, em um trecho da BR-423, próximo ao povoado Leobino, em Inhapi. A vítima foi identificada como Josenildo de Carvalho, 65.

O homem conduzia uma Nissan Frontier, de cor branca e placa PFF – 8975/Águas Belas – PE, quando foi surpreendido por pelo menos quatro bandidos armados, que estavam bloqueando a rodovia federal, com um carro Honda Civic, de cor dourada e placa KHD – 2320/Caruaru – PE. Para não ser assaltado, o idoso jogou a caminhonete para cima do carro dos assaltantes e fugiu.

Durante a fuga, os criminosos atiraram contra a Frontier e atingiram Josenildo na região peitoral. Mesmo baleado, ele conseguiu dirigir até uma residência, onde pediu socorro aos moradores.

Enfurecidos com a atitude de Josenildo, os bandidos renderam um motorista e roubaram um carro Corsa, de cor prata e placa PFB – 3660/Jatobá – PE. Eles utilizaram o veículo para perseguir a vítima até a residência, onde era socorrida por populares.

Armados, os assaltantes invadiram a casa e iniciaram uma sessão de espancamento contra o idoso. Antes de fugir, um dos criminosos efetuou um disparo de arma de fogo na mesma região onde a vítima já estava ferida.

Josenildo foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Delmiro Gouveia, de onde precisou ser transferido para o hospital regional Clodolfo Rodrigues de Melo, em Santana do Ipanema. O estado de saúde dele seria considerado grave.

Militares da Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (Copes – Caatinga) e Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) foram enviados pelo comando do 9º Batalhão, sediado em Delmiro Gouveia, para dar apoio ao Grupamento (GPM) do município nas buscas pelos criminosos.

Uma guarnição do Pelopes do 7º Batalhão de Santana do Ipanema e agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF/AL) também participaram das buscas. Nenhum dos criminosos foi localizado.

 

 

 

Por Jota Silva

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *