Últimas

Ignorado pela diretoria, Dorival critica chegada de reforço desconhecido

O técnico Dorival Júnior reclamou da postura da diretoria do Santos, que não o consultou em relação a contratação do argentino Maxi Rolón. O UOL Esporte revelou com exclusividade na última quarta-feira a crise do treinador com a cúpula alvinegra por causa dos últimos reforços. Além de Rolón, o zagueiro Luiz Felipe, do Paraná, também chegou sem o aval do comandante santista.

“O treinador deveria ter sido consultado. Não tenha dúvida disso. A minha função aqui é trabalhar a equipe. Eu quero trabalhar com jogadores que eu indique, sim. Porque eu vou me responsabilizar por esses jogadores. Isso sim para mim seria importante”, afirmou Dorival.

“Eles (diretoria) tomaram uma posição que acharam necessária, que acharam conveniente. Se o jogador chegar aqui e jogar, para mim, não tem problema nenhum. Eu sou pago para trabalhar equipe, treinar equipe, tentar tirar o melhor da equipe”, completou.

Dorival, inclusive, alega que desconhece o argentino que atuou dez anos no time B do Barcelona, da Espanha. O treinador também ressaltou que o jogador não sofrerá represarias por não te sido indicado por ele e espera que ele se firme no elenco santista.

“Rolón eu não conheço, vou ser muito sincero.Já estava acertado. Só fui comunicado que o jogador se apresentaria no dia seguinte. Isso não quer dizer que ele chegue aqui e eu vá tratá-lo de uma outra maneira. Muito pelo contrário. O caminho correto é esse (de consultar o técnico). Agora, tomaram outra posição. Quem manda no clube define a situação que deva acontecer. Não acontecendo não quer dizer que isso ai vai gerar um problema internamente”, disse. 

Dorival e a comissão técnica também criticaram a forte influência de um empresário da cidade de Santos nas contratações. Eles alegam que o agente possui trânsito livre dentro da Vila Belmiro e “costura” a maioria das transações do clube.

Apesar de ser agente de futebol há muitos anos, a diretoria santista cogita contratar o empresário para trabalhar oficialmente para o clube no mercado do futebol. O acordo só não foi assinado, pois a cúpula santista teme fortes críticas da oposição e principalmente do Conselho Deliberativo.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *