Últimas

iPhone 7 pode ganhar mais um alto-falante após perder conector de 3,5 mm

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Quem gosta de ouvir músicas sem usar fones de ouvido pode sentir-se mais atraído pelo futuro celular de ponta feito pela Apple. Ao perder o conector de 3,5 milímetros, usado atualmente para permitir que os utilizadores conectem o earpod original da Maçã, ou qualquer outro acessório similar, o iPhone 7 chegaria às prateleiras de varejistas com um alto-falante adicional, aumentando drasticamente sua capacidade de reproduzir sons em alto e em bom tom. Quem oferece tal viés são os analistas Blayne Curtis e seu colega Christopher Hemmelgarn, divulgando um estudo aprofundado dos assuntos da companhia liderada por Tim Cook. O resultado da pesquisa feito pela dupla ainda diz que o componente será produzido pela Cirrus Logic, fornecedora já conhecida por estar envolvida nos planos da gigante de Redmond.

Inúmeros vazamentos publicados até agora, não necessariamente da mesma fonte, dizem que o iPhone 7 irá, de fato, perder o conector P2, cuja abertura possui 3,5 milímetros de largura. Sabendo disto, uma parte ‘vazia’ estaria localizada na parte inferior da estrutura dos futuros smartphones com estampa de fruta, possibilitando que uma peça adicional, outro alto-falante, por exemplo, possa ser tranquilamente embutido da carcaça. O sistema duplo de áudio permitiria não só a reprodução de mídias em um volume maior, mas também uma boa diferenciação dos graves e agudos, dependendo do pós-processamento sonoro do iOS, talvez ganhando uma melhoria notável em sua próxima versão, provavelmente a décima. E isso tudo apenas por tirar a atual entrada de pinos P2.

Em adição à questão estética e técnica, usar dois alto-falantes também pode significar o fim dos inconvenientes momentos onde, segurando o dispositivo portátil em modo paisagem, a saída sonora é tampada pela mão do usuário, tornando complicado assistir vídeos ou desfrutar de um momento de jogatina, exemplificando, já que a Maçã poderia escolher outro lugar para colocar o componente incremental de áudio, na parte traseira da estrutura, citando o caso análogo. Ao mesmo tempo que usar uma dupla de peças possa encarecer o valor final cobrado ao cliente, um pedido maior das mesmas também seria capaz de reduzir o preço unitário do componente, equilibrando, no final das contas, o número mostrado na etiqueta do aparelho celular.

Estima-se que a Apple siga sua programação usada nos anos passados, usando o segundo semestre desde ano como palco de anúncio formal de atualizações à sua principal linha de dispositivos iOS. Desta forma, será possível apenas em setembro descobrir a verdade por trás dos planos da Maçã para o mercado de telefonia móvel deste ano de 2016, incluindo, ou não, um iPhone 7 com dois alto-falantes distintos. Além disso, espera-se que o modelo ainda conte com uma estrutura à prova d’água, relembrando o que foi noticiado sobre a nova tecnologia de uma de suas fornecedoras, tenha câmera principal com duas lentes, perdendo seu sobressalto, seja mais fino, ganhe uma versão com 256 GB de memória para o armazenamento interno, porte bateria maior e ainda suporte estilos wireless de carregamento de carga.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *