Jornal: Bancos salvos por governo ajudaram Real a contratar Bale

Um grupo de parlamentares fez denúncia à comissão da União Europeia contra o Real Madrid pela contratação de Gareth Bale. Segundo os denunciantes, o time espanhol usou recursos de bancos salvos por governos para bancar a chegada do atacante galês, que custou mais de 100 milhões de euros.

Indiretamente, o contribuinte europeu acaba arcando com esses recursos usados na contratação de Bale. Alguns bancos escaparam da falência após intervenção do governo europeu, que injetou recursos.

Bale foi o reforço mais caro da história do futebol mundial. De acordo com a rede de notícias Rac1, a denúncia contra o Real Madrid foi feita pelo vice-presidente do comitê de economia da Eurocâmara, Sander Loones, e pelo parlamentar catalão Ramon Tremosa.

“O Bankia era um um banco de referência do Real Madrid, o que podia implicar que o dinheiro que a Europa enviava para salvar o banco estava sendo usado para ajudar o Real madrid para trazer o galês”, protestou o ex-deputado da Euro, o holandês Derk Jan Eppink.

Football Leaks revelou valores do acerto entre Real e Bale

O site Football Leaks, responsável por vazar documentos sigilosos do futebol mundial, divulgou detalhes do contrato de Gareth Bale com o Real Madrid. De acordo com o veículo, o jogador mais caro do mundo custou ao clube espanhol exatos 100.759.417 euros.

Segundo o contrato de seis páginas, assinado em 31 de agosto de 2013, o Tottenham recebeu 99.743.542 euros pela negociação. O Real ainda desembolsou 1.015.875 euros para o mecanismo de solidariedade da Fifa pela transferência, pago aos clubes formadores – no caso, o Southampton.

No acordo, o clube espanhol aceitou efetuar o pagamento em quatro parcelas de 24.935.895 euros. A diretoria do Real deveria depositar uma parcela em até 10 dias úteis após a assinatura do contrato; depois, pagaria em 24 de julho de 2014 (ou antes), 24 de julho de 2015 (ou antes) e 24 de julho de 2016 (ou antes).

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *