Mais de 3 milhões de celulares com o sistema Tizem foram vendidos ano passado

Da Redação do site Tudocelular.com.br

A Samsung não têm como muitos smartphones que utilizam como base o sistema operacional Tizen. Aqueles que ela lançou até agora têm sido focados principalmente para o mercado de telefones de baixo custo. A ideia era fornecer um smartphone para os clientes que podem não estar dispostos a gastar muito em um telefone celular e se um relatório mais recente é para ser acreditado a estratégia só pode estar começando a valer para a Samsung.

Segundo um relatório da Strategy Analytics a empresa coreana vendeu mais de 3 milhões de smartphones com Tizen em 2015. Isso é um feito considerável, considerando que o Tizen é uma plataforma emergente no mercado, mas que cresceu tão rápido que hoje já é o quarto maior sistema operacional móvel do mundo.

Países como Bangladesh e o Nepal são alguns dos maiores responsáveis pela venda deste sistema. Samsung em breve estará lançando seus smartphones Tizen mna Rússia para captar ainda mais a quota de mercado do Android de celulares de baixa capacidade. Os primeiros modelos com Tizen lançados na Índia vêm vendendo bem, a ponto de o sistema ser o segundo mais usado no país, ficando atrás do Android.

Tizen vem brigando por seu espaço no mercado de smartphones, e Samsung está postando forte em seu sistema. Por ser baseado em Linux, isso acaba dando uma grande flexibilidade ao mesmo. Ele pode ser utilizado em telefones, tablets, notebooks, Smart TVs, Smart Cameras e até pequenos gadgets que possam compor a futura ‘Internet das Coisas’. Mas a sul-coreana está ciente de que precisa acelerar este processo, já que sem um ecossistema sólido, é complicado atrair novos usuários, sem falar de uma gama de produtos mais atraentes.

No final do ano passado, a empresa lançou Z3 trazendo a versão 2.4 do sistema que traz 3 mil novas APIs que permitem integrar um leque vasto com várias opções e recursos diferenciados. A primeira novidade está no fato de que o Tizen agora conta com suporte a teclados de terceiros, algo que já pode ser encontrado no Android há muito tempo e que chegou posteriormente ao iOS. Além disso, a novidade permite ampliar as funcionalidades de navegação com o app nativo de mapas, ganhando versões oficiais de apps de terceiros também.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *