Últimas

Ministros discutem novas tecnologias de combate ao Zika

A cooperação entre os dois países foi acertada entre a presidenta Dilma Rousseff e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.
Foto: Venilton Kuchler/ANPr.
A cooperação entre os dois países foi acertada entre a presidenta Dilma Rousseff e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.
Foto: Venilton Kuchler/ANPr.

O ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, reuniu-se no início da tarde de hoje com os ministros da Saúde, Marcelo Castro, e da Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Pansera, para discutir novas tecnologias de combate ao vírus Zika.

Segundo a Casa Civil, os ministros também debateram o alinhamento de ações conjuntas com institutos americanos de pesquisa para o desenvolvimento de uma vacina.

Na semana passada,  Castro disse que técnicos do Centro de Controle e Combate a Doenças dos Estados Unidos chegarão ao Brasil no dia 11 de fevereiro para definir um cronograma para o combate ao vírus Zika.

A cooperação entre os dois países foi acertada entre a presidenta Dilma Rousseff e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. O ministro da Saúde brasileiro e a secretária de Saúde americana, Sylvia Burbell, também estão em contato.

Mobilização nacional
No próximo sábado uma mobilização nacional de combate ao Aedes aegypti convocada por Dilma vai levar cerca de 220 mil militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica às ruas. Os militares irão distribuir material impresso com orientações para a população sobre como manter a casa livre dos criadouros do mosquito. O Aedes aegypti é vetor da dengue, da febre chinkungunya e do vírus Zika, que pode causar microcefalia em bebês.

A meta é visitar três milhões de residências. A mobilização vai abranger 356 municípios, incluindo todas as cidades consideradas endêmicas, de acordo com indicação do Ministério da Saúde, e as capitais do país.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *