Últimas

Mulheres são melhores do que homens em programação, sugere estudo

Pesquisadores da Universidade do Estado da Carolina do Norte, nos EUA, analisaram as interações de 1,4 milhão de usuários da plataforma de compartilhamento de scripts Github. O resultado do estudo revela que códigos escritos por mulheres possuem um índice de aprovação maior do que aqueles escritos por homens – mas apenas quando o gênero da programadora não é visível.

Embora o Github não exija informações de gênero de seus mais de 12 milhões de usuários, os pesquisadores puderam identificar os perfis estudados com base em suas informações básicas ou contas do Google+. A equipe percebeu que 78% das sugestões de alterações feitas por mulheres na plataforma eram aceitados, em comparação com 74% dos feitos por homens.

Outras informações foram levadas em conta, como a relação de proximidade entre os usuários que responderam às sugestões; se essas eram mais curtas ou mais longas; e também qual a linguagem de programação utilizada. No entanto, os pesquisadores dizem que não notaram qualquer correlação entre esses fatores.

Ainda de acordo com o estudo, o índice de 78% de aprovação em sugestões feitas por mulheres cai para 62% quando o gênero da pessoa que fez o comentário é notável. Segundo os pesquisadores, isso indica que há uma tendência de alguns programadores a negligenciar sugestões de mulheres, mas essa tendência some quando eles não sabem que quem está comentando é, na realidade, uma mulher.

Via BBC

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *