Últimas

País se mobiliza contra o Aedes aegypti

Este sábado é o primeiro Dia Nacional de Esclarecimento Contra o Aedes aegypti, lançado pelo governo federal para mobilizar a sociedade em prol da ação Zika Zero. A campanha será realizada simultaneamente em municípios dos 26 estados e no Distrito Federal. O objetivo é envolver a população contra o mosquito transmissor da zika, dengue e chikungunya. A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campelo, está no Recife para participar do mutirão junto com as Forças Armadas, governo do estado e prefeituras. De acordo com ela, é preciso reforçar que, sem união de todos os setores, não será possível vencer o mosquito.

“Dois terços dos criadouros estão nas residências. Reunir as Forças Armadas, estados, municípios e a população é a única forma de passar por este momento. A ideia é não parar até vencer a guerra”, afirmou, ontem, enquanto ajustava os últimos detalhes para hoje junto ao Exército. O Dia Nacional de Mobilização Contra o Aedes aegypti contará com a participação de 220 mil militares das Forças Armadas, distribuídos entre 356 cidades das 27 unidades federativas. A iniciativa tem caráter educativo e visa intensificar a conscientização da população para a importância de erradicar criadouros.

Os trabalhos começam às 8h de hoje em áreas de maior risco de foco. O Comando Militar do Nordeste informou que o efetivo para a região totaliza pouco mais de 21 mil homens, dos quais 8 mil atuando em Pernambuco. A maioria dos oficiais estará na Região Metropolitana do Recife (RMR). Os militares irão visitar residências e estabelecimentos comerciais em áreas urbanas consideradas de risco para focos. Durante as visitas, os oficiais vão distribuir material informativo.

As áreas de atuação dos militares foram definidas em conjunto com as secretarias de Saúde do estado e dos municípios que estão sendo atingidos pelo surto das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. O general Manoel Luiz Narvaz Pafiadache, comandante militar do Nordeste, afirmou que a missão das Forças é atuar nas áreas urbanas, para esclarecer sobre a epidemia, com recomendação de procedimentos para evitar focos.
No Recife, serão visitados 49 bairros em todas as regiões da cidade. Em Olinda, serão visitados os bairros de Ouro Preto, Jatobá, Bultrins, Bairro Novo e Peixinhos. Em Jaboatão dos Guararapes, toda a região central da cidade vai receber os militares. No interior, Garanhuns e Caruaru, no Agreste, e Petrolina, no Sertão, e mais vinte cidades recebem as ações.

No Nordeste, fazem parte da campanha militar os estados da Paraíba, Pernambuco, Bahia, Sergipe, Alagoas, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí. As ações tiveram início em dezembro do ano passado, com quatro fases. A primeira foi de conscientização dos militares que integram as Forças Armadas, com as instruções de formas de combate e de prevenção às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. A segunda será realizada hoje, conscientizando a população civil. A terceira fase será nos dias 15 e 18 deste mês, visando o combate dos novos focos que devem ser mapeados ainda hoje.
A quarta e última fase vai envolver os estudantes, que receberão, dos dias 15 a 19 deste mês, visitas de militares para fazer palestras sobre o assunto. As palestras serão feitas com o apoio das secretarias de educação.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *