Últimas

Primeiro balão do projeto Loon do Google chega ao Sri Lanka

Colombo, 15 fev (EFE).- O primeiro balão do projeto Loon do Google com equipamento para fornecer internet desde a estratosfera chegou nesta segunda-feira ao Sri Lanka para o início dos testes comerciais na ilha do Índico.

“Hoje entrou no espaço aeroespacial do Sri Lanka o balão, que está agora ao sul de Hambanthota”, disse à Agência Efe o diretor-executivo da Agência de Informação, Comunicação e Tecnologia do Sri Lanka (ICTA), Muhanthan Canagey.

O responsável afirmou que no início da próxima semana começará o trabalho de conexão, “que consistirá em testar o serviço e coordenar o espectro”.

Canagey explicou que os testes ocorrerão durante pelo menos 12 meses antes do início de sua operabilidade comercial, ao lembrar que espera-se que o Google use pelo menos 13 destes balões para conectar todo o país.

Dois desses balões viajam agora ao Sri Lanka, um passando pela África do Sul, após serem lançados nos Estados Unidos, uma viagem mais ou menos de duas semanas, indicou.

Em julho passado, Sri Lanka e Google assinaram um acordo para que a nação participasse do projeto Loon, um sistema para levar internet a todos os confins da ilha convertendo o local em um território completamente conectado com o resto do planeta.

Desta maneira, o Sri Lanka se transforma em um país pioneiro na aplicação da tecnologia do projeto batizado pelo gigante tecnológico americano como “Loon” (louco), pela loucura que, segundo sua própria explicação, representa tentar conectar ao planeta uma rede de internet entrelaçada com balões desde a estratosfera.

O projeto, lançado em 2011, prevê rodear a Terra com balões em suspensão na estratosfera para levar acesso à internet a zonas remotas e rurais com difícil conectividade.

Esses balões se deslocam conforme for necessário, aproveitando o movimento dos ventos.

Associando-se com companhias de telecomunicações para compartilhar o espectro de telefonia celular, as pessoas podem se conectar diretamente à rede de balões desde seus telefones e outros aparelhos com tecnologia LTE (4G).

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *