Últimas

Protesto de ambulantes atrasam trios no principal circuito de Salvador

Um protesto bloqueou a passagem de trios no circuito Barra-Ondina, por volta das 15h, desta segunda-feira (8). Ambulantes bloquearam a via, principal circuito do Carnaval baiano, em dois pontos e queimaram objetos após alguns vendedores terem seus produtos apreendidos.

Na concentração dos trios, na altura do Farol da Barra, houve conflito entre os ambulantes e a polícia. Segundo a Globo News, ambulantes protestam contra proibição da venda de marcas diversas de cerveja. Apenas uma marca, que patrocina a festa este ano, é permitida nos dois circuitos.

O vendedor Domingos estava no protesto e afirmou que a apreensão leva o ambulante a um prejuízo de R$ 700. Douglas Neto também vendia cervejas no circuito e disse que a ação é “absurda”. A prefeitura de Salvador não informou o motivo das apreensões, nem outras informações sobre o protesto.

O conflito durou pouco mais de 1 hora. O trio do cantor Danniel Vieira, que deveria ter saído às 14h45, saiu com atraso. Bell Marques, que estava previsto para puxar o Camaleão a partir das 15h, só começou a folia às 16h30.

Exclusividade de marcas não é novidade
Segundo a secretária municipal de ordem pública de Salvador, Rosemma Maluf, as normas para vendas durante o Carnaval foram estabelecidas bem antes da festa e a manifestação partiu de “um pequeno grupo de ambulantes, provavelmente de outras cidades”.

“Essa modalidade [a exclusividade das marcas] não é adotada pela primeira vez na festa. Acontece desde 2014. O Carnaval foi patrocinado e houve a exigência de venda exclusiva. Por isso, a manifestação foi só de um pequeno grupo de ambulantes, provavelmente de outras cidades. São vendedores de oportunidade, aqueles não trabalham ocasionalmente e que são ambulantes profissionais”, disse Rosemma a jornalistas, classificando a manifestação como “um fato pontual de um grupo que quer tumultuar o Carnaval”.

* Com informação de Ana Cora Lima, direto de Salvador
 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *