Últimas

Protesto deixa mortos na Bolívia

Manifestantes invadem prefeitura de El Alto e colocam fogo em móveis e documentos. Pelo menos seis funcionários municipais morrem no incidente.

Pelo menos seis pessoas morrem e 30 ficaram feridas em um incêndio na prefeitura de El Alto, na Bolívia, durante um protesto nesta quarta-feira (17/02). Os manifestantes exigiam melhorias em escolas e mais obras públicas. Eles invadiram o prédio municipal e colocaram fogo em documentos e móveis.

A polícia usou gás lacrimogêneo para dispersar o grupo. “Seis funcionários do governo municipal perderam a vida em uma invasão violenta ao prédio público protagonizada por membros da Federação de Pais de Família”, anunciou a prefeitura em um comunicado.

As vítimas morreram asfixiadas. O governo e oposição acusaram-se mutuamente pela tragédia. A prefeita da cidade Soledad Chapetón afirmou que dirigentes do Movimento ao Socialismo e grupos ligados ao governo federal estavam por trás do ataque. Já o vice-ministro do Interior, Marcelo Elío, acusou os próprios funcionários municipais de terem provocado a confusão.

O incidente ocorreu poucos dias antes de um referendo para aprovar uma reforma constitucional que possibilitaria a reeleição do presidente Evo Morales por mais cinco anos. A próxima eleição presidencial está prevista para 2019.

El Alto, cidade vizinha de La Paz, é segunda cidade mais povoada do país, com 850 mil habitantes.

CN/efe/rtr

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *