Últimas

Qual é o caminho? Muricy repete mantra e confia no potencial do Fla

“Está no caminho”. A frase é a mais repetida pelo técnico Muricy Ramalho desde que assumiu o comando do Flamengo. Sempre após as partidas, seja em vitória ou derrota, o treinador faz essa avaliação do elenco. As estatísticas, entretanto, provam que o caminho rubro-negro em 2016 tem evolução, mas também irregularidade. Principalmente nos jogos contra times mais fortes.

À exceção dos confrontos contra Atlético-MG e Vasco – únicos grandes enfrentados até agora – quando o Flamengo teve menos posse de bola do que o adversário, a tônica das partidas é: posse bem superior ao adversário e boa precisão nos passes, embora muitos deles sejam curtos e para os lados. A quantidade de finalizações varia de jogo a jogo. Na goleada sobre a Portuguesa foram 26, mas o adversário jogou com dois a menos. No geral, dificilmente passa de dez.

Após a magra vitória sobre o América-MG, na quarta, pela Primeira Liga, o técnico Muricy Ramalho admitiu que o time precisa melhorar, mas citou as longas viagens e repetiu o mantra no fim.

– Claro que tem que jogar um pouco mais, mas pouco a pouco os jogadores começam a se soltar. A gente vem jogando e viajando, jogando e viajando há muitos dias e isso também complica um pouquinho, mas a gente está no caminho – disse, após a vitória de quarta.

De todo modo, as atenções agora estão voltadas para o clássico contra o Fluminense. O goleiro Paulo Victor deixa o que passou para trás:

– Vamos fazer o que estamos fazendo sempre. Entrar pensando na vitória, sabendo que a derrota para o Vasco já passou e é algo que não podemos mudar. Não devemos fazer comparações com os jogos passados. O que temos é que chegar domingo e fazer um jogo de vitória.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *