Últimas

Qualcomm anuncia Snapdragon 425, 435 e 625, além do Wear 2100 para dispositivos vestíveis

Da Redação do site Tudocelular.com.br

A Qualcomm apresentou hoje sua nova geração de chipsets voltados para o mercado intermediário de dispositivos móveis. Os novos chips são todos compatíveis com redes 4G LTE e arquitetura de instruções em 64-bit, garantindo assim uma melhor comunicação com os demais componentes internos. Além disso, eles contam com suporte a Wi-Fi MU-MIMO 802.11ac, dual ISP, tecnologia TruSignal para melhor qualidade de áudio e DSP Hexagon integrado.

Snapdragon 425

O modelo mais básico apresentado é o sucessor direto do Snapdragon 412, apresentando um desempenho satisfatório para dispositivos de entrada e intermediários mais modestos ao contar com quatro núcleos Cortex-A53 e uma GPU Adreno 308 para a parte gráfica. Este chip é compatível com displays de resolução HD a 60fps, câmera principal de até 16 megapixels e taxa de download de até 75 Mbps graças ao seu modem X6 LTE.

Snapdragon 435

Esta versão é ligeiramente mais potente, possuindo um conjunto de oito núcleos Cortex-A53 e um modem integrado X8 LTE capaz de se conectar a redes 4G+ com taxas de 300Mbps para download e 100Mbps para upload. É vista ainda uma GPU Adreno 505 capaz de lidar com telas Full HD a 60fps, além de sensores de imagem de até 21 megapixels com sistema híbrido de autofoco, garantindo assim uma ótima qualidade de imagem mesmo em ambientes mais movimentados.

Snapdragon 625

Este é o SoC mais potente apresentado pela Qualcomm, sendo um modelo para “intermediários de luxo”. Antes de mais nada, deve-se destacar que este chipset é fabricado em processo de 14nm FinFET, reduzindo assim seu consumo energético em 35% em relação ao modelo da geração passada, algo que certamente será comemorado pelos usuários. Contando com oito núcleos Cortex-A53 e uma GPU Adreno 506, ele promete desempenho suficiente para todas as tarefas que possam ser requisitadas, sendo capaz ainda de se conectar a redes 4G+ graças ao seu modem X9 LTE, que atinge taxas de upload de até 150Mbps.

Vale destacar ainda a compatibilidade com telas Full HD a 60fps e conjunto de câmeras com 24 e 13 megapixels nas partes frontal e traseira, respectivamente, sendo que a principal poderá gravar vídeos com resolução 4K a 30fps. Infelizmente, considerando que ele não suporta conexão USB 3.0 ou uma tela de tal resolução, será necessário transmitir os vídeos gravados para outros aparelhos à uma velocidade não tão satisfatória, mas nada que tire o potencial do SoC.

Wear 2100

Por último, foi apresentado o primeiro SoC da Qualcomm voltado exclusivamente para os dispositivos vestíveis, como smartwatches, smartbands e até mesmo óculos de realidade aumentada. Trata-se do Wear 2100, um modelo que pretende permitir a criação de aparelhos mais finos e elegantes e com uma autonomia de bateria superior, sem que seja preciso sacrificar o desempenho ou as funções de conectividade. De acordo com a empresa, algumas fabricantes como a LG já demonstraram interesse no chip, prometendo utilizá-lo na próxima geração de seus smartwatches.

Para efeito de comparação, o novo chip é 30% menor do que o Snapdragon 400 geralmente utilizado em relógios inteligentes, conseguindo um consumo de energia reduzido em 25%, além de ser compatível com uma série de novos sensores que ajudarão no acompanhamento físico do usuário.

Ainda não há qualquer comentário sobre quais serão os primeiros smartphones a contar com tais chipsets, porém foi dito que eles estarão prontos para chegar ao mercado apenas no segundo semestre de 2016, o que significa que ainda precisaremos esperar um pouco para ver os primeiros dispositivos com algum dos novos chips Snapdragon em seu interior.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *