Últimas

Real vendeu Di María com cláusula "antiespanhóis", diz Football Leaks

Lisboa, 19 fev (EFE).- O acordo para a transferência do meia Ángel Di María do Real Madrid para o Manchester United, fechado em agosto de 2014, incluía cláusulas que impediam o clube inglês de negociar o atleta argentino com equipes da Espanha, sob risco de multa de até 50 milhões de euros, revelou nesta sexta-feira o portal Football Leaks.

O site divulgou uma cópia do documento assinado pelas duas equipes e pelo próprio jogador, revelando todos os detalhes da transação.

O Real aceitou negociar o meia por 75 milhões de euros líquidos, distribuídos em três parcelas de 25 milhões de euro cada – a última deve ser depositada em agosto de 2016. Além disso, os ‘Diabos Vermelhos’ aceitaram abonar 1 milhão de euros adicional cada vez que disputassem a fase de grupos da Liga dos Campeões.

O documento tem outras variáveis relacionadas com o rendimento do jogador, e prevê o pagamento de 5 milhões de euros ao Real se Di María chegasse à final do prêmio Bola de Ouro da Fifa e outros 5 milhões de euro se fosse o vencedor.

Sobre a cláusula “antiespanhóis”, o United pagaria 50 milhões de euro se o jogador se transferisse para um time do país até o meio de 2015, 40 milhões de euros até o meio deste ano e 30 milhões de euros até o meio de 2017. Caso o comprador fosse o Barcelona, o valor de 30 milhões de euros valeria até 2019.

Contudo, Di María teve passagem apagada pela equipe inglesa e já foi negociado com o Paris Saint-Germain por 63 milhões de euro.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *