Reservas do São Paulo treinam por vaga em 'mistão' em Itaquera

Na entrevista coletiva após a vitória por 1 a 0 sobre o César Vallejo (PER) na última quarta-feira, Edgardo Bauza avisou que o São Paulo poderia enfrentar o Corinthians no próximo domingo,17h, com um time misto. E para já começar a desenhar o Tricolor para o clássico da quarta rodada do Campeonato Paulista, Patón comandou longo treino para os reservas nesta quinta-feira.

Enquanto os titulares da classificação para a fase de grupos da Copa Libertadores da América fizeram apenas trabalhos regenerativos, os suplentes tiveram de encarar chuva fria no CT da Barra Funda. A primeira etapa do treinamento foi composta por atividade tática que priorizava jogadas laterais e cruzamentos, enquanto a segunda foi técnica visando às finalizações.

No treino tático, dois times de oito atletas se enfrentavam em espaço reduzido e com direito a apenas dois toques na bola. Outra regra do trabalho era a necessidade de todas as jogadas ofensivas passarem por jogadores isolados em cada uma das quatro pontas do campo. Essa peça era responsável por fazer os cruzamentos e não podia deixar a área demarcada no chão.

A equipe amarela treinou com Léo, Lyanco, Luiz Eduardo, Matheus Reis, João Schmidt, Carlinhos, Kelvin e Kieza. Já os vermelhos atuaram com Renan Ribeiro, Lugano, Militão, Caramelo, Auro, Wesley, Wilder e Rogério. Seguem no Reffis o zagueiro Breno (tendinite no joelho direito) e o meia Daniel (contratura na coxa direita). Já Reinaldo foi liberado para acertar empréstimo à Ponte Preta.

Os destaques da tarde desta quinta-feira foram o lateral-esquerdo Carlinhos, que teve boa participação na vitória sobre o César Vallejo no Pacaembu e que pode ser titular diante do Corinthians no fim de semana. O volante João Schmidt foi outro elogiado no treinamento. Outros candidatos a vagas são o volante Wesley e os atacantes Kelvin, Rogério, Wilder e Kieza.

A briga no ataque está aberta porque Alan Kardec ainda tenta se recuperar de um quadro de amigdalite aguda e a forma física de Jonathan Calleri preocupa. O argentino teve pré-temporada mais curta do que os companheiros e atuou os 90 minutos dos dois últimos compromissos do Tricolor. Michel Bastos e Centurión, titulares, esperam exames para saber as condições de jogo.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *