Resultados: O melhor smartphone para tirar fotos?

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Na semana que antecedeu o Carnaval aqui no Brasil, realizamos a primeira enquete sobre os melhores smartphones para fotos, em 2016. A mecânica desta enquete é a pesquisa cega, onde você decide qual dos aparelhos é melhor na hora de tirar fotos, sem saber qual é o modelo e fabricante para cada uma das fotos.

Este tipo de comparativo faz com que o amor por uma empresa fique de lado e o resultado final da imagem fique em primeiro plano – o que deveria acontecer em todos os momentos, mas nós bem sabemos que não é bem assim. Também eliminamos qualquer informação das fotos (os dados EXIF) que pudesse indicar os smartphones usados. Curiosos para saber em quais votos votaram? A sequência de aparelhos foi:

O número de votos, comparando com a primeira edição deste comparativo, foi bem maior. Saltamos dos 8 mil participantes para 19 mil votos. Sem mais mimimi, seguem os resultados com os vencedores em cada um dos cenários e respeitando a mesma ordem em que foram publicados na enquete.

Campeão de foto noturna, distante: Lumia 950

O Lumia 950 ainda não foi lançado no Brasil, tem um sistema operacional que engasga ao conseguir ganhar mais usuários e continua com uma das melhores câmeras para fotografia. A Microsoft, da parte que fazia a vida da Nokia, continua sabendo como capturar fotos da melhor forma possível, trabalhando muito bem em imagens noturnas e sem deixar tudo borrado – o melhor de tudo é que o disparador é veloz e não te faz segurar o smartphone por muito tempo. A votação ficou em 24,22% para ele, seguido de perto pelo Zenfone 2, da Asus. O resultado do Lumia 950 mostrou maior balanço entre maior quantidade de luz entrando, menor quantidade de ruído na foto e menos luz estourada dos carros na rua. Reproduziu as cores com mais naturalidade também.

O G4, que é um dos melhores smartphones para fotos, sofreu e exibiu muito brilho, luzes estouradas e cores que não estão tão próximas da realidade.

Campeão da melhor foto noturna, próxima da rua: Lumia 950

Mais uma vez o Lumia 950 tirou a melhor em fotos noturnas e o segundo lugar ficou com o G4, da concorrente LG. O smartphone da Microsoft exibiu, mais uma vez, melhor balanço entre luz entrando, menor quantidade de granulado, cores mais realistas e menor possibilidade de luzes estouradas. O G4 exibiu quase tudo isso, mas as luzes estouraram – enquanto que as cores ficaram mais realistas do que no cenário anterior.

Particularmente eu prefiro a foto do iPhone 6s, que mesmo trabalhando com resolução menor do que todos os concorrentes, conseguiu um balanço muito semelhante ao que o Lumia 950 teve e, diferente do aparelho com Windows Phone, o iPhone focou melhor e deixou detalhes mais nítidos.

Campeão da melhor foto noturna, em ambiente fechado: G4

Desta vez tudo muda e o Lumia 950 conseguiu ficar lá no fundo dos votos, deixando espaço de sobra para o G4 reinar sozinho com grande parte dos leitores. O G4 deixou entrar mais luz, mais detalhes e maior nitidez do que em todos os smartphones deste cenário, perdeu apenas para a luz estourada que você nota em cima do elevador – no Lumia 950 a luz está mais balanceada. Meu smartphone favorito do comparativo de cima perdeu feio aqui também, deixando tudo escuro e com pouca informação do que está rolando em cada parte da imagem.

Campeão em melhor foto noturna, de uma banca: G4

O G4 conseguiu o troféu aqui, mas a folga não foi tão grande como na foto anterior e o Zenfone 2 ficou em segundo lugar. O G4 apresentou mais detalhes, mas a definição de cores e menor quantidade de luzes estouradas ficou no Galaxy S6 – que, para meus olhos, foi o vencedor deste cenário. O Lumia 950 não fez feio também, mas a lente grande angular que a Microsoft colocou acaba deixando os detalhes da banca menores e com menor possibilidade de distinguir um do outro.

Campeão em melhor foto noturna, com grande contraste: Lumia 950

O Lumia 950 está aqui mais uma vez e em posição honrosa: ele realmente apresenta o melhor resultado deste cenário. O nível de granulado, ou ruído, é bem menor, as cores estão mais vivas e até a luz da Lua aparece com maior intensidade por aqui – sem dar a impressão de que tem apenas um farol por ali. G4 ficou em segundo lugar e eu colocaria facilmente o Galaxy S6 no lugar dele, por maior nitidez e mais brilho, mas ele acabou ficando com uma imagem mais suja (granulada).

Campeão da melhor foto diurna, com céu azul: Xperia Z5

O Xperia Z5, melhor foto escolhida por vocês, foi o smartphone que reproduziu o azul do céu com maior intensidade, mas deixou de lado um balanço para detalhes das casas e da rua. O melhor conjunto, de acordo com meus olhos, foi o que vi no G4 e lá você encontra cores mais vivas (em um dia com luz do sol direta, cores mais quentes costumam aparecer (quando não há nuvem em excesso).

Campeão da melhor foto diurna, com grande contraste: Xperia Z5

Vocês escolheram o Xperia Z5 neste terceiro cenário com boas condições de luz e ele realmente apresentou ótimos resultados, mas minha escolha pessoal fica com o Galaxy S6. O smartphone da Samsung teve um ângulo de visão bem menor do que o Z5, mas mostrou mais brilho e sem distorcer a imagem final com partes ensolaradas de luz estourada. O S6 ficou com o melhor balanço e, como você vê no resultado abaixo, ele ficou em segundo lugar.

Campeão na melhor foto diurna, de um parque com lago: Zenfone 2

Não tem como negar aqui: Zenfone 2 tirou a melhor foto de todos e a diferença para os outros é grande. O smartphone da Asus deu um show ao manter as cores fortes do céu, os detalhes dos prédios ao fundo e o verde vivo da vegetação do parque, enquanto o reflexo disso tudo está lá, firme e forte. Quem chega perto dele, mas ainda distante em qualidade.

Campeão da melhor foto diurna, da ciclovia: Zenfone 2

E vocês viram um ótimo resultado no Zenfone 2 mais uma vez, que conseguiu muitos detalhes nos prédios e detalhes que saltam aos olhos ao reproduzir muito bem as cores, sem exagerar muito. Porém, minha escolha agora é diferente e o principal motivo é o céu estourado que o Zenfone 2 criou. O Galaxy S6 conseguiu uma qualidade bem semelhante na ciclovia e nas pessoas, mas o céu está mais “azul” do que no Zenfone – não é a toa que ele ficou em segundo lugar nas votações.

Campeão da melhor selfie: G4

O G4 recebeu melhor votação por aqui e, sim, ele é um dos melhores (e o que trabalha com maior resolução na câmera frontal). São 8 megapixels em uma foto que mostra muito das cores, detalhes e abrange muitos amigos na mesma selfie – ele tem uma lente de maior ângulo de visão. O iPhone continua com um resultado pior do que todos os seus concorrentes e, ao meu olhar, fico dividido entre o Zenfone 2 e o Galaxy S6, por trabalhem melhor com as cores e uma lente com ângulo ainda maior – a camisa não era tão vermelha como está no G4. É um vermelho meio desbotado.

Campeão da melhor foto do jardim do museu: G4

G4 novamente vencedor por aqui, o que deixa o balanço das fotos em boas condições de luz pendendo para o lado da LG. Sim, este smartphone conseguiu mostrar ótima qualidade na reprodução de cores nas plantas e no céu azul, mas o fundo (onde estão os prédios mais distantes) ficou melhor em seu principal concorrente: o Galaxy S6. Porém, se você aproxima o zoom até o tamanho original da foto, nota que os detalhes estão mais intensos do lado da LG do que no S6 – pode ser resultado de pós-processamento da Samsung para remover granulação, ou dificuldade de ajustar o foco onde eu pedi: no objeto mais distante possível.

De qualquer forma, ao meu olhar, há um empate entre S6 e G4.

Campeão do melhor macro: Galaxy S6

Para finalizar este comparativo, temos o primeiro prêmio que o Galaxy S6 recebeu e, de fato, ele conseguiu o melhor resultado desta foto macro. O boneco do Batman aparece em grande destaque e a roupa está perfeitamente visível – uma pena que o rosto tenha ficado de lado. Lumia 950 conseguiu ser melhor na hora de exibir detalhes em foco de mais partes do boneco, mas a proximidade maior do S6 faz dele um verdadeiro vencedor.

A soma dos resultados foi de:

  1. G4: 4.488 (23,7%)
  2. Lumia 950: 3.479 (18,4%)
  3. Zenfone 2: 3.271 (17,4%)
  4. Galaxy S6: 2.958 (15,7%)
  5. Xperia Z5: 1.893 (10%)
  6. Moto X Force: 1.753 (9,3%)
  7. iPhone 6s: 1.042 (5,5%)

Conclusões

A grande surpresa deste comparativo está no iPhone 6s, que não recebeu nenhum voto de vocês e ainda assim é um dos smartphones mais desejados – ou os fanboys não estão aqui, ou eles estão e votaram, no aparelho errado. Este resultado só me é surpreendente por separar o amor da marca pelo resultado final, de fato, da lente e do processador de imagens. O smartphone que recebeu maior número de votos em todas as fotos foi o G4 e isso apenas reforça a resenha que fiz dele, lá no ano passado. Nela, eu digo que o G4 conta com uma câmera espetacular e uma das melhores que vi em 2015.

O Zenfone 2 mostrou que preço e hardware inferiores não significam fotos inferiores, já que ficou com mais votos do que o Galaxy S6, smartphone que sabe como tirar boas fotos. O Lumia 950 ficou em segundo lugar, o que deixa claro que a vontade das fabricantes concorrentes é de deixar os aparelhos cada vez mais parrudos nas fotos – com exceção da Apple, que continua o iPhone como apenas uma câmera razoável e que perde feio para seus principais rivais – ele teve apenas 5,5% de todos os votos por aqui e, de fato, conta com a câmera mais simples de todos os testes.

Como cada um tira fotos

G4: o smartphone mais topo de linha da LG, até a MWC deste ano, mostra que sabe como tirar boas fotos. O aparelho conta com um disparador muito veloz, controles manuais, auxílio de um nivelador na tela e um processador de imagens que colocou a LG no topo da lista de desejos para câmeras em smartphones – além de ser mais barato do que seu principal concorrente e que tira ótimas fotos, o Galaxy S6. Sua câmera frontal é a melhor de todas, mas é a única que inverte a foto e também é a única que tira fotos de mais de 5 megapixels.

Galaxy S6: neste cara temos uma câmera tão espetacular como no G4, mas com interface mais simples e quase que os mesmos controles manuais – há menos por aqui, claro. Seu app de câmera oferece mais opções na hora de fotografar e o que mais chama atenção é que o HDR funciona em tempo real. A lente traseira costuma não exibir aberrações cromáticas e a quantidade de granulado em fotos noturnas é bem controlada.

iPhone 6s: a história continua a mesma de outros carnavais. O iPhone continua com a menor resolução de seus concorrentes, menor capacidade de recursos já no app nativo e a menor qualidade final nas fotos. Fotos noturnas ficam mais escuras, o HDR não trabalha tão bem os contrastes mais elevados, mas ele apresenta um dos disparadores mais velozes e o pós-processamento mais esperto de todos – em velocidade. Uma coisa que chama atenção é a capacidade de fazer vídeos em câmera lenta, que ficam com qualidade superior ao que todos os concorrentes permitem. A câmera frontal é razoável e perde, assim como a traseira, para todos os seus concorrentes. Por fim, o app de câmera é minimalista, com apenas o necessário para fotos básicas e nada além disso.

Lumia 950: além do nome dos smartphones, a Microsoft herdou da Nokia o expertise em tirar boas fotos. O Lumia 950 continua com um disparador veloz, ótimo trabalho em pós-processamento e que não leva muito tempo para ocorrer. Há bons controles manuais logo de cara para fotos bem ajustadas e a lente grande angular da câmera frontal ajuda bastante na hora de selfies com amigos. O app de câmera pode ser simples ou cheio de recursos manuais, algo que depende apenas de você.

Moto X Force: a Motorola aprendeu, de verdade, como é que boas fotos são feitas. Ela nunca foi sinônimo de boa qualidade em imagens, mas tudo mudou do meio de 2015 para cá. O Moto X Force tira fotos bem rápidas, com disparador esperto e pós-processamento inteligente, mas ainda oferece poucas opções no app de câmera nativo e perde para seus concorrentes neste ponto. Porém, as fotos ficam boas, com ótima reprodução de cores e detalhes, além de exibir tudo em altíssima resolução, com raríssimos momentos de erros na exibição de cores e nitidez.

Xperia Z5: o aparelho da Sony é a decepção deste comparativo, já que é um dos que mais berra que tem uma câmera incrível. Ela realmente é, mas perde para seus concorrentes por aqui e isso fica refletido na votação de apenas 10% dos leitores. O aplicativo mudou bastante recentemente e ficou mais simples, mas ainda é o que oferece um maior número de ferramentas – com direito até a brincadeiras com realidade aumentada. A câmera frontal, por outro lado, exibiu ótimos resultados e um ângulo grande para muitos amigos na mesma foto.

Zenfone 2: este é o celular com melhor custo-benefício da lista e o que aposta menos em câmera, mas mostrou que consegue resultados que ainda colocam o aparelho da Asus em uma briga direta com dispositivos bem mais parrudos. Seu ponto fraco está na velocidade do pós-processamento, que é a menor de todos por aqui e que te força a segurar o smartphone firme e forte nas mãos, por mais tempo e sem movimentar muito para evitar borrões e fotos embaçadas. Ele também trabalha com controles manuais e tem a lista de funções mais lúdica de todas, o que ajuda bastante na hora de entender o que cada ferramenta vai fazer.

(atualizado em 11 de fevereiro de 2016, às 14:26)

<!–

Se curtiu, compartilhe!

setTimeout(“loadSocialButtons()”, 300);
–>
Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *