Últimas

Rio fará levantamento para identificar focos do Aedes aegypti no município

O município do Rio de Janeiro começou nesta quinta-feira mais um Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa), que permite identificar onde estão concentrados os focos do mosquito e quais os principais tipos de criadouros por região. A metodologia foi elaborada pelo Ministério da Saúde.

A cidade foi dividida em 250 estratos, cada um tem de 8 mil a 12 mil imóveis, que deverão ser visitados pelos agentes de endemias em uma semana.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, com a ação será possível identificar como está a infestação do Aedes aegypti na cidade.

“A metodologia permite saber, em curto espaço de tempo, quais áreas têm alta infestação e, com isso, proporciona um direcionamento mais eficiente nas ações contra a dengue desenvolvidas por parte da secretária”, informou o órgão.

O levantamento é capaz de identificar quais os tipos de criadouros preferenciais do mosquito em cada área do município. Dessa forma, é possível definir atividades específicas e alertar a população por meio de mobilização social. A expectativa é que os dados sejam conhecidos em até 30 dias.

Desde o mês passado, os levantamentos nos municípios estavam suspensos, segundo o Ministério da Saúde, para concentrar o trabalho dos agentes de endemias no combate ao mosquito. O ministério não tem informações se outras cidades estão fazendo ações por conta própria apesar da suspensão, usando equipes extras.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *