Últimas

Schumacher indicou contratação de Vettel, revela ex-presidente da Ferrari

Sebastian Vettel chegou na Ferrari no início de 2015, após os maus resultados do ano anterior terem liberado o alemão de seu contrato com a Red Bull, time com o qual fora tetracampeão entre 2010 e 2013. Mas o piloto já estava no radar dos italianos há muito tempo – e começou a chamar a atenção quando seu nome foi sugerido justamente por seu maior ídolo, Michael Schumacher.

Foi o que revelou o ex-presidente ferrarista, Luca di Montezemolo. “Lembro que quando eu estava tentando convencer Michael [Schumacher] a voltar a pilotar para nós depois do acidente de Felipe [Massa] em 2009, ele dizia: ‘o cara que vocês precisam para o futuro é Vettel'”, disse o italiano em entrevista à revista Motorsport.

Nos anos que se passaram, Vettel teve contatos com a Ferrari por meio do filho de Enzo, Piero, e do então chefe Stefano Domenicali. Apenas em 2013 – e mesmo com o contrato de Alonso indo até o fim de 2016 – Montezemolo quis conversar pessoalmente com o alemão. Nesta época, o dirigente acreditava que o espanhol estava convencido de que jamais venceria com a Ferrari e isso estava minando a confiança da equipe.

“Domenicali o trouxe para minha casa – e ele trouxe como presentes alguns chocolates suíços. Ele se mostrou muito inteligente, muito positivo e fiquei convencido de que ele era do que precisávamos como equipe. Ele disse que a Ferrari era o sonho dele, que tinha um contrato, mas tinha opções [de sair]. Então disse a ele que, se isso fosse possível, poderíamos tentar”, contou Montezemolo.

A tal opção seria aberta caso Vettel ficasse abaixo de determinada colocação no campeonato a partir de uma determinada data em 2014, algo que acabou acontecendo apenas depois da saída de Montezemolo, em setembro. Assim, coube ao novo presidente, Sergio Marchionne, fechar o negócio.
Em seu primeiro ano com a Ferrari, Vettel venceu três corridas e fez 13 pódios, desempenho semelhante, inclusive, ao do próprio Schumacher em seu ano de estreia em Maranello, em 1996.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *