Série de Mick Jagger, Scorsese e Terrence Winter, Vinyl estreia neste domingo na HBO

Foto: HBO/Divulgação (Foto: HBO/Divulgação)
Foto: HBO/Divulgação

Com o crescimento de produções televisivas de alto escalão, o veículo tem atraído cada vez mais atores, diretores e produtores que começaram a carreira no cinema. HBO, FX e Netflix investem em séries que emulam o glamour cinematográfico: atuações impactantes, efeitos especiais impressionantes e diretores do primeiro time.

Hoje, sexo, drogas e rock’n’roll invadem a tevê com a estreia de Vinyl, na HBO. Uma coprodução do canal com Martin Scorsese, Mick Jagger e Terence Winter, a série dramática estreia simultaneamente no Brasil e nos Estados Unidos. O seriado conta a história de um produtor da indústria fonográfica na década de 1970 em Nova York. Narração, flashbacks, detalhes de época e uma trilha sonora de tirar o fôlego fazem de Vinyl um irmão de clássicos do cineasta nova-iorquino como Os bons companheiros, Cassino.

O programa piloto de duas horas, dirigido por Scorsese, introduz o público a Richie Finestra (Bobby Cannavale), fundador e presidente da gravadora American century records, que está prestes a ser vendida. Desiludido com o estado da indústria, Finestra mergulha em uma espiral de álcool e cocaína. Na primeira cena, o público testemunha o colapso nervoso do executivo em um estacionamento quando, quase que num passe de mágica, um som único e instigante começa a tocar. A alguns metros do carro, o New York dolls está se apresentando.

A série também conta com Oliver Wilde (House) como a esposa de Finestra, Devon, ex-atriz e modelo que está no ciclo de amizades do lendário artista plástico Andy Warhol. Ray Ramono vive Zak Yankovich, sócio da American century, que mantém uma relação profissional tensa com o protagonista, especialmente quando o rumo da gravadora é alterado pela revolução musical de 1973.

Vinyl vai se aprofundar na história do rock setentista com participações especiais que darão vida a lendas do gênero como Robert Plant, David Bowie, Stephen Stills, David Crosby, Hilly Kristal e Peter Tosh. A maior aposta da HBO para a temporada chega trazendo de volta o estilo de vida pesado e frenético que marcou uma geração.

Um contador de histórias
Vinyl não é o primeiro projeto liderado por Martin Scorsese na tevê — o cineasta fez parte do time de produtores de Boardwalk empire: O império do contrabando, em parceria com Terence Winter. Assim como na produção sobre o mundo da música, o nova-iorquino dirigiu o piloto da série sobre o mundo da máfia no começo do século 20, provando ter o mesmo talento para televisão quanto para o cinema.

A novidade, no entanto, está no fato de que essa é a primeira vez que Scorsese, fã confesso das bandas de rock setentistas, traz uma obra fictícia sobre o universo da música para a tela. Em 2008, o diretor filmou uma apresentação da banda Rolling Stones e a transformou no documentário Shine a light que, apesar de apresentar idiossincrasias do cineasta, não permitiu que ele contasse uma história como em

Serviço
Vinyl
Neste domingo, na HBO, às 23h (horário do Recife).

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *