Últimas

Socorro, não sei cozinhar! Descubra receitas e dicas para explorar o fogão

Tem gente que aprendeu a cozinhar ainda criança, vendo mãe, pai e avó pilotando o fogão. E tem gente que sai de casa só sabendo ferver água para fazer macarrão instantâneo. Para os membros do segundo grupo, a cozinha não precisa ser um campo de batalha ou um cômodo a ser evitado a todo custo. “Começar a cozinhar sem saber nadica de nada realmente não é uma tarefa muito simples, mas também não é impossível”, resume o chef Fábio Vieira, do restaurante Micaela

E, aos poucos, dá sim para sair do nível iniciante total e preparar suas próprias refeições sem problemas – e sem acidentes.

Getty Images

Primeiro de tudo: equipamento
A tentação é de ir a uma loja e comprar tudo o que aparece na frente, certo? Mas para começar a cozinhar não é preciso gastar tanto. “Sugiro começar pelo básico, como uma boa frigideira, uma panela pequena, uma caçarola, uma panela de pressão, uma boa tábua e um descascador de legumes desses mais baratos”, conta Fábio. 

Na opinião do chef Shin Koike, do Sakagura A1, é também preciso investir em boas facas, “pois é necessário aprender a cortar os alimentos para saber cozinhar”. Três facas são suficientes para começar: uma para cortar carnes (também chamada de “faca do chef”), uma para descascar alimentos e outra com lâmina longa e serrilhada, para cortar pães e alimentos assados.

Agora, se quiser investir em algo mais caro para a cozinha, Shin vai direto ao ponto: “compre uma lava-louças!”

Getty Images

O menu básico
Dizem que a pessoa que não sabe cozinhar não sabe “nem mesmo fritar ovo”. Pois é justamente essa a receita que Shin Koike sugere para os amadores do fogão: ovo frito. Saber como preparar arroz e fritar um bife também são atividades que todo mundo deve aprender a preparar em casa antes de partir para pratos mais complicados. Até mesmo aquela salada velha de guerra pode ser turbinada com a ajuda de alguns truques simples. 

Outros itens que iniciantes podem (e devem!) fazer em casa são uma boa canja de galinha, um  molho para macarrão e picadinho de filé mignon – que, acredite, é mais fácil de cozinhar do que parece. Para quem quer economizar tempo, dá até para arriscar um ravióli com molho de tomate preparado em uma só panela. 

E dá tempo até para pensar em sobremesas: além do onipresente brigadeiro (que pode ser preparado até no micro-ondas), pratos como bolo de chocolate ou bolo de fubá são bons para treinar a aptidão com o forno.

Fábio sugere ter sempre na geladeira ou na despensa itens como cebola, alho, louro, pimenta-do-reino e manteiga, além de ingredientes como folhas frescas, tomates, salsão e cenoura. “Parece pouco, mas já dá pra fazer uma bela refeição”, conta.

Getty Images

Ordem na casa
Shin Koike também aponta para um fato simples, mas que passa despercebido por muitos iniciantes: culinária e bagunça não combinam. “Um dos princípios básicos de se cozinhar bem é a organização da cozinha”, diz. “Não se pode sujar a roupa ao fazer comida. Se isso acontece, é porque está faltando atenção e o serviço não está sendo bem feito”. 

Medidas simples ajudam a evitar o caos – como, por exemplo, ler atentamente a receita antes de colocar a mão na massa, para pegar detalhes que costumam passar batido, como o tempo de forno ou se é preciso deixar algo de molho ou descansando previamente. Outra atitude esperta é separar todos os ingredientes antes de cozinhar (o que os chefs chamam de “mise en place”).

Outras sugestões vinda das cozinhas profissionais: deixe seus equipamentos organizados, onde você pode vê-los e não acumule louça suja na pia: se usou, lave na mesma hora. Da mesma forma, assim que terminar um ingrediente, devolva-o para a geladeira ou para a despensa. Assim, você mantém sua bancada livre e evita acidentes.

O importante é, acima de tudo, explorar todas as possibilidades da cozinha sem se estressar se o prato está como os das fotografias. Com calma e treino, você será capaz de fazer refeições deliciosas e, sim, muito dignas de aparecer no Instagram. “Pense sempre em fazer uma comida gostosa, para que o resultado seja o sorriso da pessoa para quem você cozinha”, diz Shin. 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *