Triste, Bauza faz alerta ao São Paulo: 'Essa derrota nos complicou a vaga'

Os planos de Edgardo Bauza com o São Paulo na Copa Libertadores já foram, em parte, por água abaixo. O técnico tricolor tinha em mente uma aproveitamento de 100% nos jogos disputados como mandante, mas saiu do Pacaembu, na noite desta quarta-feira, com uma derrota para o The Strongest, considerado o time mais fraco do grupo 1. Sinal de alerta ligado. 

– A Libertadores é um torneio complicado, difícil, falamos com os atletas antes de jogar no Peru, que não há partida fácil. Qualquer tropeço pode deixar fora. Esse resultado nos complica muito a classificação, obviamente estamos muito tristes. Mas vamos seguir, e tentar classificar, que é nosso primeiro objetivo. Seguiremos lutando para passar – disse Patón, durante entrevista coletiva.

Questionado, o treinador não soube explicar se o revés trata-se de um vexame em plena estreia em casa ou de uma surpresa na competição continental. Indiferente ao rótulo da derrota, Patón se apoiou no discurso de que ‘no futebol, há muito tempo, não há lógica’. 

– Ponha o título que você queira. Não é fácil que São Paulo perder uma partida de Libertadores, mas faz tempo que o futebol não tem lógica. O time se defendeu bem, mas, numa bola parada encontrou o gol, depois se refugiou bem atrás e não tivemos as armas para quebrar isso – analisou o argentino. 

O próximo adversário do São Paulo na competição continental é o River Plate, da Argentina, justamente em Buenos Aires. Rival difícil, pontuar mais ainda. 

– Cada partida, tentaremos um bom resultado, agora vai depender muito de somar pontos. Para tratar de classificar, não sabemos quantos pontos vamos necessitar. Se será dez, nove, 11, vai depender. Vamos jogar com River para tentar um bom resultado – finalizou.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *