Últimas

Trump e Sanders vencem primárias de New Hampshire, nos EUA

O emrpesário Donald Trump, pelo lado republicano, e o senador Bernie Sanders, pelo democrata, confirmaram as pesquisas e foram os vencedores das primárias realizadas nesta terça-feira (9) no Estado de New Hampshire, o segundo a realizar uma prévia da eleição nos Estados Unidos.

O resultado representa um importante trunfo aos dois, que haviam ficado em segundo no caucus de Iowa na semana passada, durante o complexo processo eleitoral americano, com os eleitores republicanos e democratas decidindo seus respectivos candidatos para a eleição de novembro.

Apesar de a apuração ainda não ter sido finalizada, tanto Trump como Sanders já fizeram um discurso aos seus apoiadores, comemorando a vitória.

Segundo a “CNN”, com quase metade das urnas apuradas, Trump tinha 34% dos votos na disputa republicana, seguido pelo governador de Ohio, John Kasich, com 16%, e o senador ultraconservador pelo Texas, Ted Cruz, que contava com 12%. Já no lado democrata, Sanders tinha 59% dos votos, contra 39% de Hillary.

New Hampshire tem pouca representatividade no Colégio Eleitoral norte-americano, mas é considerado muito importante nas prévias porque indica quais candidatos têm fôlego para continuar na corrida pela Presidência, atraindo eleitores e financiadores para a campanha.

Além disso, os eleitores independentes representam grande parte do eleitorado do Estado e podem votar tanto em um candidato republicano quanto em um democrata, o que torna essa parcela atraente para todos que buscam chegar à eleição final em novembro.

A próxima primária está marcada para 20 de fevereiro, na Carolina do Sul. Na mesma data, o Partido Democrata realiza seu caucus no Estado de Nevada, três dias antes dos republicanos.

Entenda as primárias e a votação na eleição dos EUA

Disputa democrata

O senador Bernie Sanders afirmou que, com sua vitória, se envia “uma mensagem que ecoará de Wall Street a Washington”, falando que o povo quer “uma mudança real”.

“Juntos enviamos uma mensagem que ecoará de Wall Street a Washington, do Maine à Califórnia, que o governo de nosso grande país pertence a todo o povo e não só a um punhado de ricos contribuintes para as campanhas”, disse Sanders.

O senador acrescentou que a alta participação nas primárias de New Hampshire demonstra que sua campanha “colhe o entusiasmo que o partido democrata vai precisar para ter sucesso em novembro”, nas eleições gerais.

A campanha de Hillary, por sua vez, admitiu em um breve comunicado que já pensa nas próximas votações que acontecem em Carolina do Sul e Nevada, Estados onde a ex-secretária de Estado tem uma vantagem substancial nas pesquisas sobre o senador.

“Após as duas primeiras disputas, um resultado já antecipado há muito tempo, a atenção se centrará inevitavelmente nos próximo dois dos primeiros quatro estados”, disse o chefe de campanha de Hillary, Robby Mook.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *