Últimas

Venda de Pedras Cariri com fósseis mostra faz-de-conta da preservação do patrimônio histórico e natural

Vira e mexe e a fragilidade dos setores de fiscalização dos órgãos públicos nos dá uma bofetada sobre o faz-de-conta do estado em relação à preservação do patrimônio histórico e natural. Não encontro modo diferente de qualificar a estrutura do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) frente às denúncias da venda de Pedras Cariri, com fósseis, para a construção civil na capital pernambucana. Impossível dois profissionais fiscalizarem a contento uma área de cerca de 10 mil quilômetros quadrados, onde está Bacia do Araripe. Por sua vez, a bacia envolve Ipubi e Araripina, municípios pernambucanos dos quais podem ter sido extraídas parte das pedras com fósseis datados de milhões de anos atrás. E sem fiscalização o desrespeito às leis fica mais fácil, especialmente quando, conforme diz o DNPM, parcela das empresas extratoras das pedras atuam na ilegalidade. As pedras descobertas em muros de edifícios do Recife e fotografadas por policiais federais apontam para uma série de erros. Esses começam na extração irregular, passam pela fiscalização falha, contam com o aval de uma sociedade que vende e compra sem se conta do valor das peças. Essas mais valem para riqueza do país como algo de importância científica do que meros tijolos em paredes.

Tem lei, mas…
A contagem regressiva para o que seria o segundo ano da proibição de carroças puxadas por animais, prevista na Lei Municipal 17.918, começa nesta sexta-feira. Se respeitada, a lei valeria a partir de 1º de março de 2014, mas não é que mostra esse flagrante nas proximidades da Avenida Caxangá.

Faltou material…

A madrugada e a manhã de ontem foram de sufoco na Maternidade Barros Lima, em Casa Amarela. Faltou material para partos e curetagens, o que levou à correria dos médicos para tentar a transferência de pacientes. Amenizou-se a situação após o Samu repassar kits cirúrgicos para a maternidade.

…Demorou a chegar

Disse a Secretaria de Saúde que o problema na Barros Lima ocorreu após uma queda de energia. Isso travou o autoclave, equipamento que utiliza vapor de água para esterilizar instrumentos cirúrgicos. Um técnico para destravar o autoclave apareceu somente à tarde, apesar da gravidade da situação.

Mais de uma década

O tempo é o senhor nos pátios de veículos apreendidos do Detran-Pernambuco. Na unidade de Dois Irmãos, há automóveis parados desde a década passada. O campeão de “hospedagem” chegou no lugar em 2004. Como centenas de outros carros, desmancha-se pela ação do sol e das chuvas.

Continuam as rezas

Fiéis da Matriz de São Sebastião, em Santo Amaro, continuam crentes de que a polícia solucione os três casos de furto ocorridos na igreja em menos de 15 dias neste mês. Apesar da fé, nenhum sinal de esclarecimento foi dado pelas autoridades, mas as orações – e o medo também – continuam.

Podas na Riachuelo

Terminou a espera dos condôminos do Edíficio Ébano, na Rua do Riachuelo, Boa Vista. A Emlurb cortou ontem à tarde os galhos de um oitizeiro que ameaçavam cair, desde o vendaval do dia 29 de janeiro, sobre pedestres e veículos. Para alívio dos condôminos, a operação incluiu a poda de outras árvores.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *