Últimas

VIVO passará a limitar franquia de Dados na banda larga fixa

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Para todos os viciados em Internet, uma péssima notícia parece estar se tornando regra no mercado brasileiro de banda larga, as franquias limitadas. A partir de hoje a Telefônica Vivo declarou que começará a criação de franquia de dados para sua internet fixa por par de cobre (ADSL) neste mês. Ou seja, os novos clientes que contrataram o serviço a partir de fevereiro já estão assinando contratos com os limites. As medidas não afetam os contratos anteriores.

A partir de agora, os seguintes planos de banda larga fixa serão afetados: velocidades entre 200 Kbps a 25 Mbps, em todo o estado de São Paulo. A franquia vai de 10 GB (planos de 200 Kbps a 1 Mbps) a 130 GB (para o de 25 Mbps). A operadora não atualizou os contratos dos novos clientes Vivo Fibra, mas estuda a possibilidade. Segundo eles, este tema ainda está sendo avaliado pela empresa.

Por enquanto, a Telefônica não vai definir cobrança por uso excedente no ano, mas ela pretende realizar campanhas para informar o consumidor sobre mudanças nos limites de uso da banda larga fixa, quando isso ocorrer. A empresa foi a primeira a bloquear o acesso à internet dos usuários móveis ao fim da franquia em 2014, movimento que encerrou a oferta de acesso ilimitado à internet no celular, mas ao aumento das franquias oferecidas. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já via como provável a expansão da estratégia aos acessos fixos desde 2014, em função da queda de receitas com interconexão.

“Promocionalmente, não haverá cobrança pelo excedente do uso de dados até 31 de dezembro de 2016. À medida que isto vier a ocorrer no futuro, a empresa fará um trabalho prévio educativo, por meio de ferramentas adequadas, para que o cliente possa aferir o seu consumo. A franquia de consumo de dados de internet fixa já é praticada hoje por alguns dos principais players de banda larga fixa”, afirma, em nota. Os outros mencionado aqui são a NET e a Oi.

A NET afirma que seus planos adotam velocidade e franquia por contrato, e que a franquia do usuário pode ser acompanhada pelo site ao consumidor da companhia. A empresa diz que isso “tem o objetivo de garantir o correto dimensionamento da rede de banda larga para todos os usuários”, diz. As franquias são determinadas por estatísticas e revistas periodicamente. Poucos clientes, afirma, ultrapassam os limites estabelecidos. “Neste caso, a velocidade de internet é reduzida até o final do mês vigente e reestabelecida automaticamente no primeiro dia do mês seguinte”.

A Oi segue estratégia semelhante, “a companhia não pratica o corte da navegação na internet após o fim da franquia de seus clientes de banda larga fixa”, garante.

A TIM, ao contrário dos demais, promete que não seguirá esta tendência. “A TIM não comercializa planos com franquia mensal de dados e bloqueio após o consumo em sua oferta de ultra internet fixa (Live TIM). A operadora também não prevê mudanças nos planos atuais”, afirma

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *