Vocalista do Cone Crew diz ter sido vítima de racismo

O rapper Batoré, vocalista da banda Cone Crew, contou em seu perfil no Instagram, na quarta-feira (17), que sofreu um ato racista por parte de uma aeromoça da companhia aérea Avianca. Segundo ele, dois agentes da Polícia Federal foram chamados para retirá-lo do voo, após uma aeromoça afirmar que o músico representava uma ameaça para a aeronave.

“Fui expulso de um voo da Avianca por uma aeromoça que agiu de forma bem racista, falando que eu era uma ameaça. Sem motivo ou argumento que justifique tal conduta, a Polícia Federal foi chamada (três agentes armados) para me expulsar do Avião. Palmas. Racistas”, postou ele, na legenda da imagem que mostra o momento em que ele foi abordado por policiais, antes de ser convidado a se retirar do avião.

Amigo de Batoré, o comediante Vitor Sarro compartilhou o ocorrido em sua rede social e contou ao jornal Extra que o músico estava usando um fone de ouvido durante o embarque, antes da confusão.

“Falei com a mulher dele, a Diana, e ela me contou que o Batoré estava usando um fone de ouvido durante o embarque, na hora em que a aeromoça pediu aos passageiros que desligassem os seus celulares. Ele não estava com o celular ligado, mas estava usando um fone de ouvido e não deve ter ouvido a aeromoça falar. Logo em seguida, chegaram dois policiais dizendo que a aeromoça relatou que ele era uma ameaça”, disse Vitor.

O amigo enfatizou ainda que o músico está horrorizado com ocorrido.

“Isso é um absurdo. E ele e a mulher estão horrorizados com o ocorrido. Lamentável, porque não é a primeira vez que isso acontece no nosso país. Os músicos do Melanina Carioca também já passaram por uma situação parecida. Racismo não!”

O Cone Crew é um grupo de rap que surgiu em 2006 no Rio de Janeiro.

Tudo sobre o mundo dos famosos, novelas, festas e TV, você encontra em O Fuxico!

Fonte: OFuxico.com.br
Matéria Originalmente postada pelo site O Fuxico

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *