Volta de Lugano tem festa até em cartão amarelo, mas público decepcionante

A estreia do zagueiro Diego Lugano, ídolo e capitão do São Paulo, foi marcada por protestos da torcida contra a diretoria e por um baixo público no Pacaembu. Apenas 7.709 pessoas assistiram ao vivo a vitória sobre o Rio Claro (1 a 0), gol de Rodrigo Caio.

É o menor público do time na capital paulista esse ano. Antes, o São Paulo tinha feito outros três jogos com públicos melhores em 2016 (Veja abaixo).

Lugano foi poupado das críticas da torcida e teve o nome gritado durante o jogo.

“Foi uma semana complicada, mas estou muito feliz com o rendimento, depois de tanto tempo sem jogar”, disse o uruguaio ao final da partida. “Me senti bem, o time jogou de forma sólida, compacta”

No meio do jogo, quando recebeu um cartão amarelo, muitos torcedores celebraram. Questionado sobre isso, o zagueiro explicou sua interpretação sobre a reação da torcida. “A torcida não vibrou pelo cartão. Era um lance de gol e a vibração foi por eu ter matado a jogada que poderia ser perigosa.”

Uma bandeira no Pacaembu trazia Lugano ao lado dos grandes ídolos Rogério Ceni e Raí. Durante a semana, a chegada do zagueiro foi tratada por parte dos torcedores como um acontecimento capaz de reverter a sequência de maus resultados.

Além do meia Michel Bastos, apontado como o pivô da crise atual, foi muito criticado o argentino Centurión. Após um erro individual logo no começo da partida, as arquibancadas do Pacaembu passaram a pedir o atacante Rogério, que acabou entrando apenas no segundo tempo no lugar de Ganso.

O próximo jogo do São Paulo é contra o Novorizontino no Pacaembu.

Públicos do São Paulo em casa em 2016

Contra Água Santa

Público: 12.832

Contra Cesar Vallejo

Público: 32.567

Contra The Strongest

Público: 27.168

Contra Rio Claro

Público: 7.709

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *