Últimas

Acusado de matar filho bebê é sentenciado a 18 anos em manicômio

O Fórum da Comarca de Junqueiro, por intermédio do juiz Kleber Borba Rocha, sentenciou a 18 anos e oito meses de reclusão, por homicídio qualificado consumado o réu José Cláudio da Silva. O acusado de matar o filho de oito meses, foi julgado na última sexta-feira (18).

Segundo informações da assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça (TJ/AL), por ter sido considerado semi-imputável, pois possui transtornos mentais, o acusado teve a pena privativa de liberdade substituída por medida de segurança, a ser cumprida no Centro Psiquiátrico Judiciário Pedro Marinho Suruagy, onde ele se encontra desde que cometeu o crime. De acordo com a sentença, José Cláudio da Silva deverá ser submetido à perícia médica repetida anualmente ou conforme entendimento do juiz.

O crime foi praticado no dia 29 de março de 2013, por volta das 23h30, no povoado de Riachão, zona rural de Junqueiro. De acordo com a denúncia do Ministério Público de Alagoas (MP/AL), José Cláudio arremessou o filho contra o chão, o que causou traumatismo crânio-encefálico.

José Cláudio da Silva negou ter jogado o bebê, alegando que seus braços fraquejaram e que, por isso, o filho caiu. Durante o interrogatório o réu alegou ainda que sofre de transtornos mentais e que costuma ouvir vozes e ver vultos.

 

Por Ascom TJ/AL

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *