Últimas

Antônia Fontenelle critica “Pânico” e confirma processo contra o humorístico

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A atriz Antônia Fontenelle criticou o apresentador Emílio Surita e o diretor Alan Rapp na tarde desta quinta-feira (10), depois de ter o número do seu telefone divulgado pelo programa “Pânico na Band”, no último domingo.

Segundo informações do UOL, extremamente irritada com o episódio, Fontenelle confirmou que irá processar o humorístico nas áreas cível e criminal, e descartou qualquer possibilidade de reconciliação.

“Eu achei de uma deselegância o que eles fizeram comigo. Torcidas de futebol me ligando, uns dizendo que me amam, outros dizendo que me odeiam, gente me colocando em grupos [de WhatsApp]. Eles sequer pensaram ‘poxa, a Antônia está grávida’”, reclamou ela, em entrevista ao “A Tarde é Sua”, da Rede TV!.

Segundo a atriz e apresentadora, as ligações persistiram até às 5 horas da manhã, entre domingo e segunda. “Foi uma irresponsabilidade da própria Band, do [apresentador] Emilio [Surita], do [diretor] Alan Rapp e do próprio Vesgo. Não estou pensando em ganhar dinheiro às custas do ‘Pânico’. Você não fica rica com danos morais nesse País. Eu só quero que eles saibam que não se pode fazer isso. Eu vou processar nas varas cível e criminal”, disse.

Não posso deixar passar mais uma vez, porque, senão, isso nunca vai acabar. Não quero mais saber, eu não guardo raiva, rancor, mágoa, mas eles não vão poder mais se aproximar de mim, não vão poder mais tocar no meu nome”, ameaçou.

“As pessoas têm medo do ‘Pânico’. Os artistas não gostam porque os fazem passar por constrangimento, mas eu sempre entendi o humor deles, e reverti, com muito custo, mas reverti”, avaliou Fontenelle, ao relembrar de quando o programa a apelidou de “a mulher de Marcos Paulo” durante as reportagens.


Fonte: Bastidores da TV

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *