Últimas

Após atentados, ministro francês aponta alto nível de ameaça na Euro-2016

Em uma reunião do Comitê de Segurança da Eurocopa 2016, Bernard Cazeneuve, ministro do Interior da França, afirmou nesta terça-feira (22) que os atentados de Bruxelas lembram o perigo que será a realização da competição entre seleções europeias neste ano. O evento começa no dia 10 de junho e será sediado pela França.

“Não podemos elevar continuamente o nível de alerta que já é muito alto desde os atentados de janeiro de 2015 (contra o Charlie Hebdo em Paris)”, afirmou Cazeneuve, via o jornal Marca, sobre a possibilidade de aumentar as medidas de segurança no país.

Participaram da reunião o ministro de Esportes Patrick Kanner, o presidente do Comitê de Organização da Eurocopa, Jacques Lambert, e o presidente do clube das cidades anfitriãs, Alain Juppe.

O Comitê definiu após os tentados de 13 de novembro, em Paris, que haverá revista para a entrada nas fan-zones e existe a possiblidade de detectores de metais nos locais que receberão eventos da competição esportiva. Equipamentos de segurança também serão instalados em todas as cidades anfitriãs.

A Uefa fará sua parte para assegurar os arredores dos locais de concentração das seleções, hotéis oficiais e centros de imprensa. Cerca de 10 mil agentes de segurança privada serão contratados para a Eurocopa.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *