Últimas

Aposta do Grêmio foi dispensado do Corinthians e indicado por campeão em 95

Eram 46 minutos do segundo tempo do duelo entre Grêmio e Lajeadense, no domingo. Vitória por 2 a 0 encaminhada. Mas não para quem luta por um lugar no time. Henrique Almeida driblou e cruzou, na área estava uma das principais apostas do time para o futuro, que justificou tamanho apreço. Batista dominou e colocou nas redes. No Grêmio, o goleador dos times de base encontrou melhor futebol após dispensa do Corinthians. E foi ajudado por indicação de um volante campeão da Libertadores. 

Luís Carlos Goiano foi quem indicou o jogador às categorias de base do Grêmio. O volante campeão em 1995, trabalhava no Novo Horizontino, de São Paulo, clube que recebeu Matheus Batista em toda sua formação. O jovem de 20 anos é natural de Novo Horizonte e começou nas escolinhas do time. Em 2013, porém, recebeu uma grande oportunidade.

Um empréstimo para o Corinthians. No Timão, logo se firmou como titular. Mas uma lesão reduziu a passagem por lá. Em um treinamento, o atacante acabou levando a pior em uma dividida pouco antes da formação do elenco para Copa São Paulo daquele ano. Foi substituído por Malcom, que acabou começando ali sua trajetória que contou com passagem pelo time principal e venda ao Bordeaux, da França. 

Dispensado ao fim do empréstimo no Corinthians, Goiano apresentou Batista ao Grêmio em 2015. Depois de um período de testes, assinou novamente por empréstimo. Empenhado em não deixar o mesmo ocorrer, tratou de empilhar gols. Foi goleador do Sub-20 e transferido ao time de transição. Lá também virou artilheiro. Logo ganhou a primeira chance no time de cima observado por Roger Machado. Ficou no banco em duelo da Copa do Brasil contra o Coritiba. 

Convencido da capacidade do jogador, o clube comprou 60% dos direitos dele por R$ 500 mil no começo deste ano. Logo efetivou sua presença no elenco principal. E neste domingo veio o primeiro gol. 

“Eu vibrei muito com o gol do Batista. Dei um soco no ar, como se fosse meu. Por que eu vejo o empenho nos treinamentos, vejo o quanto ele quer crescer aqui. O gol foi um belo prêmio para um jogador que se esforça e, tenho certeza, terá um futuro brilhante conosco”, disse o técnico Roger Machado. 

Não é fácil imaginar novas oportunidades. Batista precisa concorrer com Bobô, Henrique Almeida e Luan para atuar em sua função de origem. Deslocado para o flanco teria Giuliano, Pedro Rocha, Fernandinho, Everton e até Lincoln pela frente. Mas já desbancou jogadores com mais tempo de casa como Lucas Coelho e Braian Rodríguez, por exemplo. E se depender da aposta do clube, tem tudo para continuar crescendo. 

“Sempre confiamos na capacidade do Batista. É um jogador que mostrou seu melhor futebol logo que chegou ao clube. É rápido, forte e com poder de conclusão muito bom”, elogiou o diretor das categorias de base, Júnior Chávare. 

Batista assinou contrato até dezembro de 2018. Nesta temporada tem um gol em dois jogos. 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *