Atlético-PR cede empate em Pelotas e não evita partida de volta da Copa BR

O Atlético-PR ficou perto de eliminar o jogo de volta na estreia da Copa do Brasil, mas não conseguiu. Depois de abrir o placar no Bento Freitas na noite desta quinta-feira, o time de Paulo Autuori cedeu o empate na etapa final e ficou no 1 a 1 com o Brasil de Pelotas, time que recentemente voltou à segunda divisão do futebol nacional depois de 15 anos.

Com o resultado, o Atlético-PR, para avançar de fase no torneio nacional, pode empatar sem gols com o time gaúcho no jogo de volta, marcado para o dia 14 de abril, na Arena da Baixada. Nova igualdade por 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis, enquanto empate por mais de dois gols dá a classificação ao Brasil de Pelotas. Quem vencer segue na competição.

Agora, o Atlético-PR, que chegou até a poupar alguns jogadores para o jogo desta quarta-feira, passa a se concentrar única e exclusivamente para o clássico de domingo, contra o Coritiba, na Arena da Baixada, pela décima rodada do Campeonato Paranaense.

Fases do jogo: Exceção feita à bomba de Jadson (após passe de Walter) que carimbou o travessão, logo aos 4min de jogo, foram do Brasil de Pelotas as melhores chances da primeira etapa, explorando principalmente as laterais do campo. O time da casa, porém, não caprichou, e acabou castigado no fim da etapa inicial. Em contra-ataque praticamente perfeito aos 44min, Walter foi avançando e abriu na esquerda para Eduardo, que cruzou para o meio da área; a bola passou pelo camisa 18 e encontrou Marcos Guilherme, que da pequena área empurrou para as redes para marcar o seu primeiro gol na temporada de 2016. 1 a 0.

Na etapa final, o Atlético-PR chegou a criar duas boas chances em sequência, aos 10min, com bola que sobrou para Walter dentro da área e um quase gol olímpico de Nikão. Mas foi do Brasil de Pelotas a primeira grande chance do segundo tempo. Após cochilo da defesa do Atlético-PR, Nathan invadiu a área sozinho, mas tirou muito do gol no chute cruzado e mandou para fora, aos 19min. Mas na próxima oportunidade, Nathan, que havia entrado no começo do segundo tempo, foi decisivo. Após ataque muito bem trabalho no meio-campo, Nathan cruzou da esquerda na medida para Marcos Paraná, que chegou batendo de primeira e deixou tudo igual. 1 a 1. Aos 37min, Vinicius fez falta dura, foi para cima do adversário e acabou expulso, complicando a vida do Atlético-PR, que não conseguiu mais reagir. Ao menos conseguiu segurar o empate com um jogador a menos.

O melhor: Nathan. Entrou muito bem no segundo tempo. Veloz, deu trabalho à defesa do Atlético-PR e foi o responsável por ótima assistência para o gol do Brasil de Pelotas.

Para lembrar:

Sem força máxima. Já pensando no clássico de domingo, contra o Coritiba, o técnico Paulo Autuori poupou o zagueiro Paulo André e o meia Vinícius para a partida.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *