Últimas

Beatles e Iron Maiden são mais procurados em estande de vinil no Lolla 2016

O estande de LPs montado no Lollapalooza Brasil 2016 tem mais de 2.000 discos usados à venda, com clássicos do rock, pop e rap das décadas de 1960, 1970 e 1980. Muitas opções, porém nenhuma de bandas que se apresentam nesta edição do festival, em São Paulo.

Para o engenheiro Manoel Jorge Dias, criador do Casarão do Vinil, que pela primeira vez expõe seus produtos no evento, isso não é um problema. “Nosso perfil não é de bandas novas, nosso diferencial é o resgate dos clássicos, e a pessoa pode, por exemplo, conhecer as influências das bandas que ela gosta”, disse ele ao UOL. “Agora há pouco tinha um pessoal se estapeando pelos três discos do Pink Floyd que trouxemos”.

O espaço, localizado no “Lolla Market”, tem movimento intenso. Com preços variando de R$ 29,90 a R$ 79,90, os mais procurados são Beatles, The Smiths, Ramones, Pink Floyd e Iron Maiden.

“O problema dos vinis de bandas novas, que estāo na programação do festival, é que são importados, com preço muito acima da proposta da Casarão”, disse o portuário Rafael Fernandes, 32, que levou álbuns de Elton John, Guns N’ Roses, INXS e Oingo Boingo. “Também sinto falta das bandas terem estandes nos shows vendendo não só CDs, mas vinis.”

Já o professor Rodrigo Miranda, 35, disse que gostaria de ver mais vinis de grupos novos. “Sei que os discos de bandas novas são caros, mas é um problema não ter grupos mais novos aqui. Seria legal se tivesse discos de uma banda com tradição punk, como o Bad Religion“, disse ele, que comprou LPs do sambista Bezerra da Silva e do grupo Talking Heads.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *